O futuro


“Seis cientistas italianos e um ex-vice-director da protecção civil foram ontem condenados a seis anos de prisão por terem subestimado os riscos de um sismo que viria a abalar a cidade de Aquila [em 2009], e a matar 309 pessoas”, diz o Público de hoje.
A sentença é um disparate, mas encerra uma perversa moral da história que é também uma alegoria da modernidade. Há séculos que nos dizem que a ciência explica tudo e substituiu a religião: vivemos num universo de leis regulares e necessárias e o progresso traz o conhecimento absoluto e o fim do mistério das coisas. Max Weber chama “desencantamento do mundo” a esta utopia iluminista. Os cientistas tornaram-se magos que dão sentido ao cosmos, fazem milagres tecnológicos e prevêem o futuro. Como é que não nos avisaram do terramoto? Se tomaram o lugar de Deus, como é que não dominam a natureza?
Talvez seja isto o futuro: o “desencantamento do mundo” e o desencanto com a ciência.

PP

10 thoughts on “O futuro

  1. Ricardo Guerra diz:

    Um post tão absurdo quanto a sentença! Mas quem é que “tomou o lugar de Deus”? Onde é que isso está escrito, em que país deste mundo de loucos é isso um facto consumado? De que modo isso pode justificar, por um segundo sequer, uma sentença judicial destas, por Zeus? Foram aqueles seis que “tomaram o lugar de Deus”? Pagam estes seis por Nietzsche? Ou pagam estes seis pelo Richard Dawkins? A ciência substituiu Deus? E em que cabeças isso acontece? Na sua? Na minha? Na da tonta senhora lá no tribunal, e que agora espera que esta sentença impeça futuros terramotos?

  2. andre diz:

    Responsabilizar as pessoas por um terramoto faz tanto sentido como criticar uma sentença sem ler a respectiva fundamentação da mesma. Não haverá sequer beneficio da dúvida para neste caso ter havido negligências graves e/ou omissões?

  3. ao diz:

    “o progresso traz o conhecimento absoluto e o fim do mistério das coisas”

    Metáforas (ignorância dos juízes italianos) à parte, só na cabeça de alucinados é que o Iluminismo (ou a ciência) traz essa implicação. Pelo contrário. Foi pela recusa do saber e autoridades absolutos (do Estado, da Igreja), das profecias e dos mitos, e pela liberdade de cada indivíduo explorar, no gozo pleno da sua liberdade individual, a realidade através da sua própria razão e de acordo com as suas motivações pessoais, e de comunicar livremente as suas conclusões, que os iluministas deixaram a sua marca. A implicação da Razão Absoluta não passa de um mito. E, pormenor não despiciendo, foi esse mesmo Iluminismo que inspirou o liberalismo clássico, a democracia política e os direitos humanos que hoje consideramos razoáveis. Leiam o Jonathan Israel e o seu Radical Enlightenement. Vale bem a pena. Talvez seja por ignorar isto tudo que estamos mergulhados em tão denso nevoeiro no que diz respeito à Direita, ao Liberalismo, Socialismo, …. Toda a gente recita as conclusões dos autores clássicos, mas quase toda a gente esqueceu os problemas que procuravam resolver e o contexto social em que o fizeram. Evapora-se o pensamento crítico, permanece a cartilha.

  4. Miguel diz:

    Desculpem, mas o comentarista “ao” era eu, teclei umas letras aleatórias por engano…

  5. xico diz:

    Parece-me o problema muito bem colocado. A sentença pode parecer um disparate mas ela condenou cientistas que, indo além do que lhes era permitido, emitiram um comunicado, seis dias antes do sismo e depois de sinais sísmicos, que não havia grande probabilidade de um grande sismo. Ora foi esta arrogância ciêntífica que foi também condenada.

  6. Lucas Galuxo diz:

    Ninguém pode exigir a outrém que preveja o imprevisível. Mas não será irrazoável responsabilizar quem diz que sabe sem, de facto, saber.
    O que faz isto é ainda não terem lido o Taleb.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: