Da hipocrisia à fixacão em grandes carnavais:

Impecável:

Por contraste, basta atravessar o rio e ver como a cidade vizinha se afunda numa dívida que ascende às centenas de milhões de euros. Foi feita obra sim, mas à custa do endividamento dos contribuintes e da asfixia fiscal que todos começamos a sentir. Gaia é a imagem, a uma escala menor, do que foi feito no país. É a Madeira do Norte. Não estranhemos. Ainda em 2008 o Presidente da Câmara Municipal de Gaia declarava o seu apoio ao programa de obras públicas do Governo de José Sócrates. É portanto um exercício de hipocrisia, de pura desonestidade intelectual e de demagogia de feira a forma com grande parte do PSD se lança contra o anterior Governo e contra a Madeira, para no dia seguinte apoiar a candidatura de alguém que defende o mesmo tipo de política e que, aliás, se define politicamente como sendo de “Centro-Esquerda” e de “Esquerda-Radical”. Não sei se o facto de ter nascido em Ovar explica a sua fixação por grandes carnavais, mas todo o seu percurso político tem sido pautado pela bênção ao despesismo e por um estilo trauliteiro de fazer política que por vezes recorda Santos Silva. O homem que há quase duas décadas se insurgia contra os “Liberais” – como se os Barrosistas fossem anarco-capitalistas ou algo do género – continuou consistente com o discurso que lhe deu fama. Gastou, prometeu gastar. Era ele Líder do PSD, já quando se sentia o peso do défice e da recessão e Menezes passeava-se pelo país prometendo gastar, por exemplo, “200 milhões de contos” nos bairros sociais.

Aqui.

FNV

8 thoughts on “Da hipocrisia à fixacão em grandes carnavais:

  1. sílvio silva diz:

    excelente, excepto o facto de não se poder de todo comparar o Menezes com o Santos Silva. Não vou dizer porquê, de tão evidente que me parece

  2. Como escrevi no meu espaço, «num dia miserável para o país, eis a cereja em cima do bolo». E, como li noutro blogue (Os Tempos e as Vontades), «haverá melhor sinal dos tempos e das gentes que nos governam? Até arrepia».
    Devo dizer que não sou fã do Rio (embora já tenha votado nele, desiludiu-me em imensos aspectos), mas isto é descer a um nível inimaginável. E este senhor (não no sentido que nós, aqui no Norte, damos à expressão “é um senhor”) fez muito, muito mal a Gaia (o que, desconfio, seria visível para toda a gente se fosse feita uma auditoria a sério às finanças do município que ele governa – e nem perco tempo com coisas menores e risíveis, como o facto de ser provavelmente a única autarquia do país que, em frente ao edifício da Câmara, tem um edifício só para a Presidência da Câmara).

    • fnvv diz:

      E em que quem audita pertence a comissão política do senhor e outras afinidades…

      • Sim, como convém. E dá-se ainda a curiosidade de ele ter referido que a candidatura dele é suprapartidária. Só falta dizer que será uma candidatura de salvação municipal.

        (tenho para mim que a melhor vingança do Rio seria concorrer a Gaia, ou arranjar alguém de confiança que o fizesse; a médio prazo — o tempo suficiente para pesquisar seriamente — a vingança seria doce)

  3. Mas como agora estão aí os técnicos do FMi para ensinarem ao PSD como e onde se corta despesa…estou mais tranquilo. Estarei?
    Abraço

  4. palavrossavrvs diz:

    Vocês sulisto-lisboetóides em geral manifestamente não sabem o que dizem.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: