Língua de pau

Elza Pais,deputada do PS,  “especialista em violência doméstica”,  que presidiu ao IDT (  a agência que coordena o tratamento da toxicodependência) , porque o aparelho dos partidos do arco da governação é assim, está na TSF a elogiar o que fez em 2009 em matéria de violência doméstica.

A sério. E na habitual lalangue de pau.

FNV

6 thoughts on “Língua de pau

  1. Daniel diz:

    Percebo o que quer dizer Filipe e tem razão, evidentemente. Mas olhe que lalangue de pau é também alguém que tenha sido o grande responsável pelo oblivio de certas actividades vir agora lembrar de que elas existem e que os outros (povo) se esqueceram delas.

  2. Jorg diz:

    Um dos legados, não originado, mas bem acentuado na era Socretina, foi o medrar prospero – passe o eufemismo – de tanto especialista ou especializado em não sei o quê. Tinha mais a ver com semiologia – logo as TSFs, ou as TVs de ‘niús’ – do que com sinteses da conformação dos misteres a novos e substantivos progressos da ciência ou letras e artes. Na verdade, em outras partes do mundo já tanto desse verniz abundantemente ou alarvemente se pincela, mas pelo luso burgo parece tão mais facil faze-lo estalar. É triste, como no cinema ‘neo-realista’….

  3. Fernando Cardoso Virgílio Ferreira diz:

    Caro Filipe, há que corrigir o lapso do seu postal: a mestra Elza Pais nunca presidiu ao IDT (Instituto da Droga e Toxicodependência), mas sim à CIG (Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género), uma espécie de Direcção-Geral da PCM com sede na Avenida da República que atravessou incólume o PRACE de Sócrates e o PREMAC de Passos Kandimba (Coelho em língua quimbundo)…

    • fnvv diz:

      Está enganado:
      “em defesa da lei saltam os toxicodependentes, mas também João Goulão, presidente do IDT (Instituto da Droga e da Toxicodependência), e Elza Pais, que presidiu há 10 anos ao instituto antecessor do IDT”.

      http://sol.sapo.pt/inicio/Sociedade/Interior.aspx?content_id=22610

      • Fernando Cardoso Virgílio Ferreira diz:

        Caro, Filipe, fui ver o CV da senhora em causa e dou a mão à palmatória: sim, foi presidente entre 2000-2002 do IPDT.
        Isto é, mais uma socióloga socrateira – esta começou o seu treino como assistente social na escolinha do Prof. Carlos Amaral Dias: motivo suficiente para lamentar a triste vidinha dos dióspiros que de Espanha vêm para a banca das nossas mercearias…

      • fnvv diz:

        Depende. O Carlos foi meu cunhado durante 30 anos, aprendi com ele, dei ( e saí) aulas no IMT e não me arrependo. Ele nem teve nada a ver , penso, com o consulado de EP no IDT.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: