Subsídios para a descoberta da pólvora

Como se fosse necessário João César das Neves e Rodney Stark para  se saber da revisão  de alguma mitologia sobre a pérfida Igreja e sua relações com a ciência e  a justiça. Já nem falo em Maistre (  século XIX),  Himmelfarb ou Jonathan Sacks, basta-me o debate italiano.  Há muitos anos interessei-me pelo assunto por causa do ensaio que publiquei  sobere a história do ópio ( parcial). A questão prendia-se com as fontes  de Ginzburg sobre  os processos inquisitorias nos Alpes, o antecessor do LSD ( o claviceps purpurea) e o  sabat das  bruxas.

Bem, se quiserem, podem ler Viccardi e  Cammilleri ( O caso Galileu , 1984) do século passado. E este arquivo, por exemplo.

FNV

14 thoughts on “Subsídios para a descoberta da pólvora

  1. Pois, descobriram a pólvora. As coisas que um gajo aprendia no liceu (a “revolução da Idade Média”, etc) passaram a descobertas extraordinárias.

  2. Miguel diz:

    Pois, a condenação do Galileu é um pormenor de rodapé e a cagufa e miaúfa do Descartes que o levou a não publicar o “Traité du monde et de la lumière” senão muito anos depois de receber a notícia era manifesto exagero — quiçá mania da perseguição e das grandezas. O revisionismo, esse revisionismo…

  3. É sempre divertido ver o Farewell to Reason e a epígrafe do capítulo 13 do Against Method serem citados pelo papa e por apologetas católicos, e depois ler que “Galilei ebbe problemi per motivi legati alla filosofia della scienza”.

  4. fnvv diz:

    Notai que, por questões de fé ( no Benfica) não tomo partido na peleja, limitei-me a assinalar a anacronia dos JCN & seguidores.

  5. fnvv diz:

    Não, tereno: a minha superior condição teórico-reflexiva só me permite entrar em debates históricos munido de absoluta superioridade e, como referi, tendo estudado a questão, ainda não cheguei a nenhuma conclusão superevidente.

    • Miguel diz:

      Quer-se dizer: o Giordano Bruno foi mandado para a fogueira, o Galileu ficou preso em casa, o Descartes ficou cheio de miaúfa e por cautelo achou que mais valia ficar
      calado. A conclusão é que o Salman Rushdie é um alarmista com mania da perseguição e das grandezas. QED.

  6. gandavo diz:

    Na questão do processo do Galileu não vejo quase nunca referida a acusação de astrologia, ou melhor, da apologia do determinismo astral. A preocupação da igreja seria então com heresia, com o revival astrológico romano-pagão, em voga na época.

    • João. diz:

      O que me pareceu central é que a tese científica de Galileu ia contra as Escrituras dada a questão do Sol ser dito imóvel. Esta, a meu ver, pelo que percebi, mas posso ser corrigido por quem saiba mais disto, era a questão que mais especificamente ia contra as Escrituras.

  7. Miguel diz:

    Mas a propósito de não encontrar nenhuma conclusão superevidente após um estudo aturado do caso… tudo depende do que se pensa ter sido o caso Galileu. A mim parece-me que Galileu e seus contemporâneos foram vítimas de intimidação intelectual praticada pela Igreja recorrendo à fogueira, à tortura, à prisão … e outras coisas menores como a excomunhão. A partir daí, saber se os termos exactos da acusação eram x ou y é relativamente secundário de um ponto de vista científico ou fillosófico, dado que não se tratava evidentemente de uma polémica científica ou filosófica — antes de uma questão social relacionada com o poder religioso.

    • fnvv diz:

      Não é do caso Galileu. A minha galáctica exigência nestes asuntos obrigou-me a examinar a realidade do número exacto ( sou o maior) de processos contra as bruxas drogadas voadoras e fiquei com muitas dúvidas. Que a ICAR, quando se comportava como autoridade civil, tinha o mesmo entendimento das liberdades civis que Moscovo dos anos 50 ou o Hamas, disso não duvido.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: