O novo ícone dos activistas gay lusos

Ecce homo.

Para  quando um abaixo-assinado da ILGA  em defesa de D. Carlos Azevedo?

FNV

12 thoughts on “O novo ícone dos activistas gay lusos

  1. balde-de-cal diz:

    não sou crente mas a maior do que se conta sobre a Igreja só termina ‘quando enforcarem o último banqueiro nas tripas do derradeiro padreca’

    no meu diário maçónico impublicável tenho um capítulo sobre a paneleirada do ‘cú arrebentado’.
    tem por título «do ‘olho Divino’ ao ‘trou du cul’ ou maçonaria a 4 patas»

    espero ouvir falar dos pedófilos e paneleiros da maçonaria e dos gajos que constava contratavam meninas da Casa Pia que se ‘ofereciam’ em frente aos Jerónimos

  2. caramelo diz:

    É já, já, logo, logo a seguir aos bispos e cardeais em serviço na cúria romana fazerem um abaixo assinado a favor do casamento homossexual.

  3. ppicoito diz:

    O mais curioso é a forma como a notícia foi dada. Li e ouvi várias as vezes a suspeita de “assédio”. Que eu tenha reparado, só o Correio da Manhã, sempre politicamente incorrecto, escreveu “assédio homossexual”. Há palavrinhas (ou falta delas) que dizem tudo.

    • XisPto diz:

      Assédio ou exercício normal de sexualidade? A vítima disse “não” quantas vezes? Existe uma relação de subordinação?.
      .
      Isto parece um drama sem espessura, veja-se, por exemplo:
      “Très peu de gens savaient que ta femme avait fait de toi son caniche. […] Tu ne pouvais pas envisager de la quitter parce que cette vie de luxe-là, c’était impossible d’y renoncer. […] Tu étais devenu son caniche, un macho qui se sent un misérable caniche. Et plus elle faisait semblant de ne pas se rendre compte que tu étais enchaîné à elle par son argent, plus elle te possédait, plus elle te soumettait à cette humiliation, à cette terrible prostitution. Elle avait ce rêve d’être l’épouse d’un président. […]

      http://tempsreel.nouvelobs.com/l-affaire-dsk/20130220.OBS9475/dsk-a-marcela-iacub-ma-vie-a-ete-une-terrible-erreur.html

      .

  4. PM78 diz:

    FNV,

    Enganei-me sobre si, sobre a sua boa fé.

    Simplesmente isso.

    • fnvv diz:

      essas ameaças místicas assim não me dizem nada.o meu ponto é claro: quero ver as ILGAS e LGBTs defender o D.Carlos Azevedo.

      • PM78 diz:

        Não é nenhuma ameaça, nem sei onde poderá ter lido ameaça no que eu escrevi. É um desabafo apenas. Acha sério misturar um potencial caso criminoso com a questão dos direitos dos homossexuais ou dos homossexuais em geral?

        E outra questão: acha descabido haverem associações de defesa de direitos de homossexuais? As mudanças na condição das minorias acontecem porque um dia as maiorias decidem ser generosas?

        Quando digo que me enganei sobre a sua boa fé digo simplesmente que sempre acreditei que tinha uma posição não militante mas equilibrada sobre esta questão. Cada vez me parece menos. Cada vez me parece mais uma obsessão. Posso estar enganado, mas a verdade é que já raramente o vejo escrever sobre este tema sem que me sinta ferido. Não é questão de você ser contra ou a favor (contra ou a favor um grupo de pessoas que não escolheram o que são?). Trata-se de você estar sempre, mas sempre ao ataque.

        E só me dou ao trabalho de escrever isto, de me sentir “atingido”, porque o leio e o respeito.

      • fnvv diz:

        1) Caso criminoso envolvendo dois homens, ambos na altura com mais de vinte anos?????
        2) Claro que não : já o escrevi e publiquei ( Bertrand e Quetzal) E mais: nem para o modelo que entendo ser o melhor, a família tradicional, entendo as uniões homo como uma ameaça, ao contrário do discurso conservador clássico. Curiosamente, ainda no outro dia escrevi sobre isso aqui, mas vc não leu, acontece.
        3) Também o respeito, gosto deste estilo de debate, duro mas leal.
        \
        Onde quero chegar é que o activismo é muitas vezes exagerado e ridículo ( vg os casos dos defensores dos animais que não têm pena nenhuma dos porcos que vivem uam vida inteira num m2, mas choram baba e ranho com um cão numa varanda.
        No caso vertente, se D.Carlos Azevedo não fosse padre, estava a ser defendido com unhas e dentes.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: