Ainda sombras ( de acácia), fim

Quando escrevia sobre Ratzinger, discutindo-o e elogiando -o (  o gabinete de D. Carlos  de Azevedo chegou  a convidar-me para umas coisas mas não pude aceitar porque não sou da tribo)   recebi o fogo de um exército. Agora, porque  fiz eco  da zona  sombreada de alguém que, no mínimo,  não falou durante  a ditadura mas não  se calou  desde que há liberdade ( como o Luís sintetizou) , recebo o fogo do outro exército.

Tudo normal excepto o tom: os exércitos arrumam-me em falanges opostas  consoante  o que penso e escrevo.  As pessoas, de facto,  não gostam de leopardos.

Fiquem bem e bom fim de semana.

FNV

11 thoughts on “Ainda sombras ( de acácia), fim

  1. balde-de-cal diz:

    a acácia é a árvore maçónica e provavelmente do conselheiro.
    digo de FNV como personalidade ‘est in medio omnia’ e ainda bem.
    já pensou incluir Triclinium no seu post?

  2. murphy diz:

    “Se não estás comigo, és contra mim”… é uma tristeza esta tendência para colar um rótulo em tudo, mas parece que será cada vez mais assim.

    Perde-se a noção do assunto que está a ser discutido e cometem-se muitas injustiças pelo meio …

    Bom fim de semana!

    • fnvv diz:

      nem é bem isso, é a mania de atribuir uma pertença,uma capis cognitio , chega a ser ridículo, mas é a vida
      bom fds

      • ppicoito diz:

        Filipe, sabes bem que não te faço essa injustiça. E se assim parece, porque nenhum de nós está demasiado preocupado com excessos de sensilbilidade alheia (e ainda bem), peço-te desculpa.

      • fnvv diz:

        Que disparate.
        Em primeiro lugar, mereço todas as injustiças; depois , nunca te incluiria na brigada. Somos ambos os três vermelhos.

  3. Ana diz:

    Bom fim de semana para si.

    • fnvv diz:

      igualmente e bom vento…

      • Fernando Cardoso Virgílio Ferreira diz:

        Caro Filipe, o meu comentário ao seu comentário é o puro e simples plágio dos seus comentários: Minimalia XV e XVI.
        Quanto ao resto, o pudor cala sempre mais fundo.
        Excelente fim-de-semana para si e para os seus: SLB4ever!!!

  4. Jorg diz:

    Itempestividade é a diferença – sobre Ratzinger, se bem me lembro, sabia muito mais – arriscaria que sabia já de Ratzinger e do seu percurso antes de ele ser Papa.

    Desta vez citou demasiados sumários – por exemplo, sem acautelar que ‘acusações’ foram feitas aquando de ‘engalfinhamentos’ com os ‘progesseiros’ da estação que namoram facilmente jacobinismos.

    Calou-se na ditadura – se calhar vale a pena “explorar” esse filão, mas sinceramente tem de haver mais ‘sumo’, qualquer coisa mais que o mero contraste com tempos de populistas que claramente o confrontavam e hostilizavam em tópicos que não os seus silêncios na ditadura…

    • fnvv diz:

      Não. Se reparar, não “escrevi” sobre o novo Papa: recolhi factos ( foi intimado a depor num tribunal como testemunha) e interessei-me, reconheço, porque soube ter sido um cardeal, ex bispo , numa ditadura. Quis saber como foram aplicados os evangelhos ( como a frase que cito no Minimalia).
      PS: arrisca bem…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: