Boas notícias.

1. O governo irlandês conseguiu um prolongamento do pagamento da dívida. Parece que a simpatia se estendeu a Portugal, apesar de todos os esforços de Vitor Gaspar.
2. O alargamento do prazo em sete anos significa que pagaremos menos mil milhões de euros por ano. Uma quantia mais ou menos idêntica à que foi vilmente boicotada pelo tribunal constitucional.
3. Um esquerdista impenitente como eu retira daí que afinal vale a pena negociar com a Europa. Mas, já se sabe, estou intoxicado pelos jornalistas do “Público”.
4. A austeridade continua. Será alargada aos desempregados e aos doentes, ou seja aos “bens não transacionáveis”.

Isto vai lá.

Luis M. Jorge

Anúncios

16 thoughts on “Boas notícias.

  1. caramelo diz:

    Estas negociações fazem-me lembrar o bulliyng do meu tempo: ó puto, se comeres aquela minhoca viva, durante três dias não te bato. Para a humilhação não custar tanto, convém dizer que está uma delicia e comer logo outra de seguida.

  2. MCS diz:

    “apesar de todos os esforços de Vítor Gaspar”, essa é que é essa.
    E sem qualquer ponta de ironia, não estará na altura de fazerem um exame ao Gaspar? Há doenças que se só manifestam inicialmente através dos comportamentos e só mais tarde é que são detectados. Aqui julgo que o Filipe poderá dizer algo mais. Repito, estou a falar a sério, o Gaspar poderá estar doente, alguém que o leve a fazer um TAC.

  3. Deixemo-nos de pieguices. O raio dos doentes e os chatos dos desempregados estão muito mal habituados – têm de saber o que a vida custa. Têm de deixar a sua zona de conforto. Afinal, como se diria no Insurgente, não passam de loosers.

  4. Leitor diz:

    Ou então a solução proposta por RAP, executar os desempregados…

  5. Guilherme diz:

    “O alargamento do prazo em sete anos significa que pagaremos menos mil milhões de euros por ano”

    Como é que concluiu isto?

  6. João. diz:

    Encontrei isto no Câmara Corporativa. Vale a pena ver o vídeo:

    http://www.independent.ie/business/irish/austerity-plan-for-ireland-was-a-mistake-and-counterproductive-ex-imf-official-29189848.html

    Enquanto um ex oficial do FMI disse que os planos da troika para a Irlanda foram mal desenhados dada a excessiva austeridade o nosso gaspar aparece com um paleio qualquer (veja-se que não fala tão pausadamente – é que talvez nos tome por imbecís) a contestar essa ideia – o homem gosta mesmo disto. É engraçado ver o comentador irlandês a dizer do gaspar que é, parafraseando, um troika-man.

  7. NS diz:

    2. O alargamento do prazo em sete anos significa que pagaremos menos mil milhões de euros por ano. Uma quantia mais ou menos idêntica à que foi vilmente boicotada pelo tribunal constitucional.

    Na realidade vai pagar mais por ano, se quiser comparar despesa com despesa. O que isto vai permitir é reduzir a dívida de substituição a emitir. Não é comparável com a decisão do TC, concorde-se ou não com ela.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: