Uma espécie de humanismo.

Apesar do cansaço, e das criaturas que papagueiam em circulo horrendos soundbytes, há dias em que vale a pena continuar na blogosfera.

Luis M. Jorge

13 thoughts on “Uma espécie de humanismo.

  1. Estamos em sintonia, Luís.

  2. fnvv diz:

    Bom texto, mas nunca li por aí elogios à virtude da fome ( talvez a Kate Moss).

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: