Stand-up comedy.

Entretanto, Gaspar irá ao parlamento dia 30 de Abril “prestar esclarecimentos” sobre os “contratos swap” das empresas públicas que custarão ao Estado 3 mil milhões de euros.

Reconhecem o padrão?

Quando o Tribunal Constitucional negou ao Governo receitas de 1200 milhões de euros, o ministro congelou as despesas em dois ou três dias. Agora abençoa “planos de fomento” e espera uma semana para ir tomar chá com os deputados da maioria.

O Lobo Xavier que explique.

Luis M. Jorge

14 thoughts on “Stand-up comedy.

  1. fnvv diz:

    Até eu te explico: os mil e duzentos milhões eram de um orçamento que estava em vigor desde Janeiro, estes 3.ooo milhões “irão” custar ” como tu próprio escreveste.
    Não é difícil de entender.
    .

  2. Certo. Como a coisa representa apenas cerca de seis vezes o montante de cada subsídio cortado aos funcionários públicos não vale a pena que o ministro se mace com minudências.

  3. Eu ainda te explico melhor: dado o ponto a que isto chegou, tanto podemos ouvir tretas em câmara lenta daqui a uma semana como amanhã; é indiferente. Já estamos no ponto em que, depois de alguns terem brincado ao faz-de-conta-que-é-um-casino, se brinca ao faz-de-conta-que-é-uma-democracia.

  4. Fernando Cardoso Virgílio Ferreira diz:

    Caros Luís & Filipe, ainda ninguém reparou que a TAP não fez os tais contratos de “swap”? E se ela os não fez, porque os fizeram quase todas as outras empresas públicas de transportes? Creio que as despesas da TAP não são menores que as despesas das outras empresas, mesmo as que estão/estavam obrigadas a realizar investimentos nas respectivas redes, como “ambos os dois” Metros…ou será, como de costume, por a TAP ser administrada por gestores profissionais estrangeiros e as outras serem administradas por políticos profissionais portugueses?

  5. Literalmente a despropósito vi este TED (http://www.youtube.com/watch?v=UmvOgW6iV2s) que me fez pensar que a Fernanda Câncio mistura o “texting” com o “writing”. Pensei que lhe interessasse como tema de comunicação e para desanuviar deste Amazonas de disparates que flui à nossa volta.

  6. antónio diz:

    não sei se compreendo a ironia do post ( e por isso peço desculpas antecipadas caso estiver a ser injusto), mas será propósito do autor comparar dinheiro que é de facto necessário, para a despeza global do estado, com a denominada “paper loss” dos SWAP’s? Atenção que não estou a faze qql juizo de valor sobre os agora famosos SWAP’s. Apenas a relevar para a impossibilidade de se comparar o incomparável..

  7. antónio diz:

    mais. do seu post até parece certo ( ” irão custar”) q o custo para os estado com os SWAP’s seja aquele. pode ser como pode não ser. pode ser menor e até pode ser maior. daí a impossibilidade de se comparar. repito. os swpa’s em análise podem ser péssimos, ou óprimos, não sei, não conheço. mas as duas coisas não são comparaveis.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: