O guru

What could help? A much stronger expansion in the euro area as a whole; higher inflation in the European core. Looser monetary policy could help achieve these things, but bear in mind that the ECB, like the Fed, is basically up against the zero lower bound. It can and should try to push unconventional policies, but it needs as much help as possible from fiscal policy too — not a situation in which austerity in the periphery is reinforced by austerity in the core, too.

Ou seja, a  “alternativa  à austeridade”  depende tanto de nós como a rotação da Terra.  O resto é folclore mediático.

FNV

21 thoughts on “O guru

  1. XisPto diz:

    Direi mais, pois…

  2. Miguel diz:

    Atenção ao que um comentador lá deixou escrito:

    As economists seem to love statistics – all statistics will tell you that Portugal –(as a country) – never was “richer” in its history.
    There is so much money there –(and in Spain and even in Greece) – that EVERYBODY easily could have a decent living – if there would be a solution to the “inequality problem

    • fnvv diz:

      Sim,mas o ponto é a peta que nos impingem os Seguros e as CGTP’s: neste quadro não há alternativa. Noutro quadro. o de Krugman, sim e , como tenho dito, até noutro ,mais nacional, tipo PREC suave.

      • João. diz:

        Grande coisa. Desde quando é que o quadro da CGTP é o quadro do governo? E porque é que a peta não é a do governo e sua esfera o querer tornar o quadro em estado natural?

      • perguntador diz:

        Prec suave?Assim como a saída ordenada do euro que o proponente diz ora já não ser possível ora “neste momento não”?E apenas divulga uma parte das consequências mais que previsíveis.No Prec tanto a Cia como a Óropa metiam cá dólares,divisas,até “o sol do mundo” acalentava a agência cunhalista e respectivos correspondentes.O Banco de Portugal estava cheio de ouro fachista.E mesmo com a Casa da Moeda a dar à manivela os escudos não chegavam para comprar combustível necessário nem o cereal preciso para a alimentação(apesar da reforma agrária do pcp).E foi preciso que esse estadista de nome Soares estendesse a mão ao FMI gabando a proeza pelos media de então,e foi uma 2ºvez com ainda mais elogios apesar da casa da moeda não deixar de dar à manivela.
        Se explicasse melhor o seu preczinho,agradecia.

      • fnvv diz:

        Caro jjpires,
        “Meu ” coisíssima nenhuma. Um cenário, apenas, como diz até o Ferreira do Amaral ( embora não se aperceba, creio) .
        PREC suave não deixa de ser um PREC.

  3. Bone diz:

    Há sempre alternativas: http://www.dinheirovivo.pt/Economia/Artigo/CIECO137205.html?page=0. A questão é porque é que não são seriamente consideradas. E sabemos a razão, a razão está na resposta à pergunta: quem teria mais a perder com a saída do euro? Pois, esses mesmos. (vá lá, não me censure, chefe!)

  4. caramelo diz:

    O Seguro e as CGTP’s impengem a mesma treta que o Krugman impinge. Leste o artigo? É o que vem a dizer desde sempre, por vezes com linguagem mais dura e menos paciente, como dizer que a austeridade é estúpida. Diz que o problema não são as más politicas do passado e os problemas estruturais em Portugal; que o que estamos a ver é inaceitável, que a Europa apenas está focado na divida publica, que isto não se compreende três gerações depois da grande depressão, etc. Em suma, critica fortemente as orientações europeias, que são as que o Passos e Gaspar sempre defenderam, como se fossem um evangelho, indo até para além, é bom não esquecer. Não só adoptámos o “quadro” europeu como certo, como criámos um quadro próprio, ainda mais virtuoso. Quem é que diz tretas? O Obama é que é um perigoso keynesiano, para muitos cá e do lado de lá do atlântico.

    • fnvv diz:

      Em suma, critica fortemente as orientações europeias
      Pois é, mas não estamos na Ásia.
      PS :e sim , li o artigo, que pergunta tola…

  5. fnvv diz:

    Isso é outro campeonato. Quer jogá-lo?

  6. perguntador diz:

    Filipe
    O Ferreira do Amaral tem sido,público,quem tem reflectido sobre o desastre da nossa
    economia e finanças públicas provocado pela entrada no Euro.Desde o início.
    Agora é tarde,o que havia a fazer—de “ordenado”—já não pode ser feito de forma ordenada,nesta absoluta dependência da magra teta europeia.As míseras moedas que
    que entram pela canalização rota são precisas para importar combustível,alimentos,material de saúde,até aço!Totalmente dependentes,mês após mês,
    estamos na mão dos onzeneiros.Já nem sequer temos a agricultura de subsistência miserável existente em 1978(1ºfmi)e 1983(2ºfmi)e que dava umas batatitas,couves,galináceos,matadores de fome maior.Agora não e o sarilho pode ser
    incontrolável,foi essa a previsão de Ferreira do Amaral:dois anos de bandidagem,violência,que porá em perigo a democracia,sofrimentos terríveis para doentes e velhos por já não termos moeda forte para importações.E é aqui mesmo que eu julgo ter ele a obrigação de explicar,muito bem explicado,as consequências do abandono(agora)da actual moeda.Durante os fmi socialistas,com moeda nacional,tive privações de gás,falta de alimentos,testemunhei dramas por desemprego,perda de tecto,suicídios.Agora,e porque mais ninguém nos empresta divisas,se reintroduzíssemos o escudo(talvez o Soares,com panache)com uma desvalorização estimada(e para começar) de 30% a 60%,a quanto nos ficavam os combustíveis,os alimentos(porque uma agricultura não se restaura num ou dois anos)as peças de substituição para transportes de víveres, de emergência,públicos,remédios e mais material médico?O Ferreira do Amaral deveria alertar
    para tudo isso.Para sabermos todos com o que contar,sem as fanfarras dos tresloucados.E não venham com argentinas e venezuelas que podem,se tiverem políticos com juízo,viver em autarcia–têm território,agricultura,pecuária,matérias-primas e sobretudo petróleo,petróleo!
    Onde entra aqui um prec?Aquele que vivi deixou desemprego,destruição do aparelho produtivo,colectivizações da terra férreamente controladas pelo PC,bagunça total nas escolas,etc., isto animado por manifestações contra tudo e todos,diárias e por vezes de hora a hora em belém,s.bento,t.paço,restauradores,avenida,beira-tejo,caça-ao-pide e fachistas e capitalistas e social-isto,revisa-aquilo.Olha agora um prec,e já com pouco ouro no banco de portugal,sem moeda-forte nem auxílio de nenhum lado,sem batatas nem galinhas nem trigo e sem a alegria da caça-ao-pide(e o zeca no meio das massas:Ó pá!Tenham calma!),você consegue imaginar?Eu nem quero.

    • fnvv diz:

      sabe que sou como os militares ( esive lá ano e meio): espero o melhor, preparo-me para o pior .
      mas sim, muito remoto…

      • perguntador diz:

        Lembraram-me há pouco que hoje é 28 de Maio.Como nunca fui salazarista o velho caturra que me informou acrescentou:—Não te esqueças que em 1926 os militares do golpe ficaram à rasca com as finanças,não percebiam nada daquilo e foram pedir por duas vezes ao Salazar para tomar conta das Contas.Agora,meu caro,já nem um salazar se encontra para fazer contas capazes,no caso de algum caserneiro dar um golpe.

    • João. diz:

      Deixe que a maioria das contas bancárias das pessoas estejam vazias para que a paciência geral para proteger a sua/nossa conta bancária comece a escassear. Poderá chegar um ponto em que, muito legitimamente, muita gente se pergunte porque raio é que eu estou a proteger o euro se eu não tenho nenhum? O seu cenário catastrófico já é o cenário quotidiano de muito boa gente em Portugal.

      • perguntador diz:

        Você está já a preparar-se para a revanche,conheço bem a estirpe.Deve já ter uma lista.Uma espécie de catarse,conheço isso muito bem.Onde é que eu defendo o euro?A minha magra conta esvai-se pela família desempregada.Se ler o que escrevi sem o lenine a policiar vê lá que se devem ter em conta todas as consequências do abandono do euro e divulgá-las,tal como se deve fazê-lo em relação à miséria actual.Não aqui nenhum radioso.

      • João. diz:

        Você não defende o euro diz apenas que sair do euro é o fim do mundo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: