Mesmo muito estranho

Secundo ( não tresler) o meu camarada Pedro Picoito:

1) Os pequenos  génios discretos parece que estalaram o défice aos 8%  enquanto ratam a reforma do tio Asdrubal para controlar… o défice.

2) MFL já não é uma velha taralhouca provinciana , Bagão  Félix já não é  um rato de  sacristia sabujo do grande capital, Rui Rio já não é   um pobre diabo inculto, já não se fala no JPP da Marmeleira, que agora  é citado todos os dias no Câmara Corporativa. Não eram pessoas que estavam “erradas”, eram ratões  inaproveitáveis, notem bem.

3) No Largo do Rato cheira a queijo? Pois cheira. E a mofo.

4) O Pedro Lomba foi ao engano . Coitado, é normal, Miranda Calha  é um Matusalém disto.

FNV

11 thoughts on “Mesmo muito estranho

  1. floribundus diz:

    contentem-se com o cheiro e com os buracos do queijo.
    os tó zéros estão concentrados no largos dos ratos

  2. Ainda antes de ler o texto do post, depois de ter lido o título e visto o ratito, pensei de imediato n’«A Peste» de Albert Camus. Portugal está sitiado. O Dr. Bernard Rieux aí do sítio já organiza brigadas sanitárias – quantos sobreviverão ao bacilo mortal?

  3. palavrossavrvs diz:

    Cheira a queijo, mas não há dentes no Rato.

  4. zelisonda diz:

    “MFL já não é uma velha taralhouca provinciana” – note que não era só isso segundo a “narrativa” então em voga – era feia, bruxa, e seguramente caminho certo para a desgraça. Nota: a “narrativa” foi produzida em 2009.

  5. E como é triste sermos governados por «coitados» que se deixam «enganar» assim. Chego a sentir saudades de políticos como, por exemplo, Augusto Santos Silva, de quem, pelo menos, nunca ninguém disse ser um «coitado».

  6. Jorg diz:

    1) Pequenos génios discretos não faltam – acho que estes são bem mais faceis de topar
    e teem muito menos guito para estoirar…

    2) “In tempo di carestia ogni buco è galleria” – e nisto de “narrativas” já a Marvel e D.C. Comics faziam aquelas edições com ‘blends’ do Tho + O Ironman +o Quarteto Fantástico, + o Spider-Man, etc….Em alguns casos, até o Surfista Prateado… Mas já há uns anos que não sigo, pelo que não tenho a certeza de intenso ‘cross-breeding’ entre “ambos os dois”…

    3) Nos primeiros anos pós-independência, em Angola, repetia-se com alguma constância, mas parcimónia, “o mais importante é resolver os problemas do povo” – introduziam-se cartões de racionamento, um volume de tabaco valia uns quilos de peixe fresco de pesca assim que o pescador chegava na canoa, e eram “de voltas ao quarteirão” as filas quando se espalhava o ‘boato’ que havia leite em pó (novamente acrescentando “o mais importante é resolver os problemas do povo”).
    Quando no verão de 79, faleceu Agostinho Neto – dito “presidente poeta” para se alardear um émulo de Senghor, um ícone de tanta gente na altura, versão PALOP- repetia-se, até á exaustão, “o mais importante é resolver os problemas do povo”… Acho que se está na 2a.fase, mas uma coisa não percebo nesta analogia – no Largo do Rato, quem é que morreu?

    4) Eu cai em duas – mas a nível de Juntas e de agremiações de bairro… Era mais jovem, o que me deu uma vantagem [“penso eu de que”] – relativamento cedo, comecei a perceber algumas coisas que não queria aprender o que foi servindo para bolear a sorte que me foi permitindo evitar tais ‘agregações”. Ah, e na mesma altura li, de uma tirada “Sidharta” e o “Steppenwolf”…

  7. Fernando Cardoso Virgílio Ferreira diz:

    Caro Filipe: o Lomba não está seguro na calha? Valha-nos Santa Isabel Moreira, a única garantia constitucional que resta neste pobre país.
    Consenso e diálogo é quanto basta para ser alguém na política. Ah, e ter “padrinhos” também ajuda muito…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: