Calor sólido (I)

A jornalista subiu no elevador com  doutor Montinha, o vice-presidente da comissão política. Entre, entre, tenho aqui pastor alemão gelado,mas beba qualquer coisa primeiro.  Sarita  sorriu e aceitou um copo de champanhe mas trocou-o porque vinha um deputado agarrado à borda.

O doutor  Montinha foi até à enorme janela panorâmica. Vem aí a democracia, querida.  Sarita, já despida em cima da cama, gritou do quarto: Sim, oh sim, meu querido  derrotado, mas despacha-te porque sou uma profissional independente.

No dia seguinte, a jornalista subiu no elevador com  doutor Sequeira Reis, o presidente  da comissão política.

FNV

Anúncios
Com as etiquetas

One thought on “Calor sólido (I)

  1. floribundus diz:

    este calor não é do tipo aquecimento global da quercus.
    é mais do tipo ‘il cavaliere’ e das suas ‘troie’ amestradas.
    dos oxiuros dos paneleiros encarrega-se Putin, o Grande.
    por cá os eunucos utilizam pinças dos pelos para urinar.

    ‘derepentemente’ os telejornais passaram da ‘pelítica’ paras as células.
    depois de anos de clandestinidade pensei que eram as do pcp

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: