Isto é que é desvalorizar as vitórias do FCP

Já passaram mais de dois meses desde que o tractor  a pedal empurrou, insultou e quis ir às  fuças do Superbe Mullet e tudo como dantes em Abrantes.

Bem, tudo, tudo, não. Dois da cantera ( Miguel Rosa e Miguel Vítor) já foram despachados para  dar lugar a mais dois ( sérvios  ou argentinos)  benfiquistas instantâneos.

FNV

Anúncios

4 thoughts on “Isto é que é desvalorizar as vitórias do FCP

  1. não desistir diz:

    sou do Cardiff City desde pequeno. e dou 100 euros à causa.

  2. floribundus diz:

    o ex-glorioso é a imagem do rectângulo: quanto mais cretino melhor.
    há quem suporte qualquer enxovalho
    desde que lhe permitam ficar com o produto do saque

  3. Margarida diz:

    Aprecio muito o seu blog. Todos os dias tenho visitado o mesmo e delicio-me com os seus posts. Espero que continue com o bom trabalho.

    Cumprimentos

    Margarida Fonseca Dias

    http://www.europeanemaildatabases.com

  4. Jorg diz:

    Os marqueteiros lampiónicos da Benfas TV
    andavam eufóricos num danado assédio á Vodafone
    onde se propunham passar a Pub dessa campanha á borla…..

    A campanha “RED” partia do citado cromatismo para ilustrar gente de todas as idades, muito contente, o que assentava como uma luva nas aspirações a émulos de píncaros a ser alardeados pela propaganda da
    gestão pneumática para esta coisa que eles fizeram primeiro, e que outros viriam atrás, fazer como eles, como se percebia na escrita soletrada dos discursos do grunho pneumático.

    O vídeo em especial exorbitava a hilariação terna – gente em varias domesticidades que se abraçava em muitas comemorações –

    e a música
    recitava “‘Cause I’m on top of the world, ‘ay
    I’m on top of the world, ‘ay ”

    No entanto, acabaram por dispensar a campanha.

    Pois que alguém perguntou como se fazia, de forma plausível,
    o salto semântico entre a realidade “red” da lampionada presente e a euforia tão conspícua alardeada na acção marqueteira.

    A resposta causou horror – alguém ajuizadamente sugeriu que a chave para interpretar a elevação do’^bermelho’ à condição eufórica
    a chave estava muito sensatamente no nome do agrupamento músical que
    compôs a canção:
    Chama-se o grupo “Imagine Dragons”!!!!!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: