Impressões

index

É claro que tendo começado  a pedir  a demissão do governo ainda este mal tinha completado meio ano, o mesmo pedido tem agora  o  efeito de um placebo num moribundo, mas notemos:

1) Nos analistas e bloggers pró-governamentais , rosnava-se contra as forças de bloqueio ( o TC, os grãndolas, os media, o Nogueira)  e a maior crise foi provocada pelo próprio governo, desbaratando a tão desejada paz social.

2) Nas oposições, ou seja, em Lisboa,  sonhou-se com  a tomada do palácio de inverno, o caos nas ruas, atentados etc. Afinal,  o maior golpe no governo foi desferido pelo próprio governo, diante  da absoluta indiferença da “rua”.

3) Com tudo isto, o povo acabou a semana e  foi para  a praia.

FNV

Anúncios

10 thoughts on “Impressões

  1. João. diz:

    Talvez um dia se faça a história do quotidiano do milhão de desempregados para ver melhor essa história das idas do povo para a praia.

    • fnvv diz:

      é no que dá funcionar nos quados mentais de 1917: não sabe que se pode estar desempregado e ir para a praia.

      • João. diz:

        Ir para a praia, em geral, remete para uma ideia de despreocupação, de descanso, de lazer. Mas se está a falar apenas na denotação da coisa, ok, tem razão e não se fala mais nisso.

  2. caramelo diz:

    O povo vai, que as crianças precisam de iodo, e volta. Os room zimmer chambres, já foi negócio que deu. Os desempregados, assim como arranjam sempre dinheiro para o tabaco, acabam sempre por ir à praia. Temos agora até uma excelente praia fluvial em Coimbra, ali nos Palheiros, tipo praia inglesa, de calhaus, do fino, com caracóis. Mas olha que essa da “absoluta indiferença da rua” é boa.

    • fnvv diz:

      pois é: exceptuando un stipos da CGTP, que diziam , e bem, que dantes suportava-se coisas piores do que o calor, absoluta indiferença.Os comediantes podem fazer mais números.

  3. fernando antolin diz:

    Já dizia o saudoso almirante Azevedo, o povo era sereno…
    abraço aqui da frigideira sulista

  4. João. diz:

    Não me lembro de ter visto um filme melhor do que este sobre o tema do desemprego:

    http://www.imdb.com/title/tt0319769/

  5. A.Lobo diz:

    Paulo Portas junta casal diplomático
    retirado do Correio da Manhã
    Mais um golpe do Paulo Portas – para memória futura.
    «O ministro dos Negócios Estrangeiros nomeou a mulher do embaixador de Portugal em Washington, capital dos Estados Unidos, para número dois dessa representação externa portuguesa. O gabinete de Paulo Portas alega que a nomeação em comissão de serviço de Rosa Batoréu, que é casada com Nuno Brito, “foi proposta pela secretaria geral do Ministério dos Negócios Estrangeiros ao ministro, que a aceitou.”
    O Ministério dos Negócios Estrangeiros diz que a nomeação de Rosa Batoréu, ministra plenipotenciária de 1ª classe, “está de acordo com o espírito da lei, que, no artigo 45º do Estatuto da Carreira Diplomática, refere que “devem ser ponderados aspectos da vida pessoal dos funcionários, designadamente reunificação ou aproximação de familiares.”
    Só que, segundo apurou o CM, a nomeação de Rosa Batoréu causou algum mal-estar no meio diplomático, até porque a diplomata terá sido nomeada para a Embaixada de Portugal em Washington depois de ter desistido do concurso para um lugar nos serviços da Comissão Europeia.
    O porta-voz da Embaixada de Portugal em Washington confirmou que Rosa Batoréu “concorreu a um cargo na própria Comissão Europeia e ganhou.” Carneiro Jacinto assegurou que a diplomata “desistiu [do cargo] porque financeiramente era muito mau e não lhe tinha sido explicado quanto ia ganhar.” Rosa Batoréu já está a exercer funções de número dois na Embaixada de Portugal em Washington. O gabinete do ministro diz que “a diplomata, cujo mérito profissional e o percurso são unanimemente reconhecidos, desempenha funções de representante de Portugal junto da OEA [Organização dos Estados Americanos]”, sediada naquela cidade. »

    A nomeação deste Embaixador parece inquinada.

  6. JGF diz:

    E o povo não tem direito a ir para a praia escarrando ostensivamente para as birras e tricas de fedelhos que não se sabem governar, quanto mais um país?!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: