Tiro de .458 Westley Richards

Untermenschen

FNv

Anúncios

18 thoughts on “Tiro de .458 Westley Richards

  1. João. diz:

    Acho que você não vêm bem a coisa. Esse tiro de que você fala só conta para quem concorda com a peça do insurgente, então meu caro o que o seu post diz é que você está de acordo com a posição do insurgente e não que a posição do insurgente seja alguma coisa que valha por si mesma. O insurgentismo e agora você também faz parte daquela espantosa corrente que pensa que um país pode apodrecer sem que haja pessoal que se revolte e crie agitação e distúrbios.

    • fnvv diz:

      Vou dar-lhe a hipótese de ler outra vez ( e porque estou bem disposto).

      • João. diz:

        Tem razão. Li mal. Peço desculpa.

      • Fernando Cardoso Virgílio Ferreira diz:

        Caro Filipe, onde se “O Insurgente” e “insurgentismo”, leia-se antes “Blasfémias” e “blasfemismo”; quanto à Exm.ª Sr.ª Dr.ª Presidenta da AR que ordenou, entre outras habilidades, contratar como seu motorista de Estado o seu “chauffeur” pessoal e remodelar a negro e sem espelhos o WC do seu gabinete de Estado, ainda não recobrou do abandono perpetrado por José Lamego, seu ex-consorte que a trocou por modelo alemã 20 aninhos mais nova (foi-me apresentada pelo próprio há alguns anos na FNAC do Chiado) e, por certo, menos dada a citações de existencialistas…

    • caramelo diz:

      João, João, foi um clarão de luz no negrume reaça do insurgentismo, calm down.

      • João. diz:

        Tá certo Caramelo. Na verdade já tinha percebido que precisava tirar um tempo do comentário da blogosfera dado o nível de irritação acumulado…acontece que não consegui resistir à irritação e é ela, devo dizer, que invade praticamente todos os meus comentários.

        Aí dá nestas coisas.

  2. isso resolve-se diz:

    Estamos a perder tempo com a assembleia burguesa.
    Convocar já a assembleia popular à porta de s. bento,delegar nos camaradas avoila e nogueira a representação do povo,levar já as propostas de dissolução de tudo o que é burguês(e também reaccionário)e fazê-las aprovar de braço no ar!À cautela arranjam-se uns camaradas de bom porte físico e porrete para arriar nas cabeças(conselho do grande camarada lenine)dos recalcitrantes e que serão o embrião da justiça popular.Pensar nos tribunais da revolução.Deixar falar os companheiros(só nesta fase)louçã e raquel mas preparar-nos já para os afastar de modo revolucionário quando contestarem as escolhas do nosso partido(mas isso é só lá mais para diante,lenine já os condenou–são esquerdistas e servem a reacção).

    • fnvv diz:

      os piores inimgos da democracia burguesa são os que a querem purificar ( Weimar ensina isso, já escrevi muito sobre o assunto , não tenciono repetir-me para seu descanso), só a seguir vêm os que a querem liquidar.

      • isso resolve-se diz:

        É um aviso de fora de portas(lembremo-nos que por razões geo-estratégicas o comunismo leninista,exceptuando no camboja,não foi a tribunal internacional como o foi o nazismo e está sempre pronto a tomar o poder pelos manuais e práticas muito conhecidos)para dentro das portas já podres deste regime.

      • fnvv diz:

        nã só não foi como ainda é glorificado. Dizia-me uma vez certa pessoa:” oh pá deixa lá isso, o muro já caiu há 20 anos “( é uma pessoa que está sempre pronta a ssinalar e recordar os crimes da PIDE…)

      • João. diz:

        Enquanto se agitam espantalhos a “aristocracia” portuguesa vai continuando o seu processo de esterilização dos recursos económicos do país. Deve ser óptimo fazer negócios com governos que têm a maioria da opinião pública a sugerir que não importa quão trafulhas eles sejam porque a alternativa é pior.

        Venha lá daí mais uma PPP e mais dois “empréstimos” do Estado para a banca, a pagar quando e se quiser…

    • João. diz:

      Uma manifestação no interior da assembleia que não passou um coro a pedir a demissão do governo e que pouco tempo depois abandonou o espaço passou a ser igual a um golpe de Estado – não há histerismo nem nada aí. Como dizia Pascoaes, em Portugal o arrastar da espada já é um acto de heroismo. É por isso que se chama corajoso ao Passos Coelho por cortar pensões e se toma um momento de protesto na assembleia da república como um ataque à bazucada e os manifestantes como nazis.

      • isso resolve-se diz:

        Não tape o lixo e crimes que o seu amado regime leninista acumulou ao longo da História do séc XX dizendo que todos os que aqui o denunciam são defensores da podridão que os partidos governamentais pós-abrilistas levaram à última nos dois últimos governos.Você sabe que aqui ninguém defende essa podridão.Nem sequer é original na denúncia dos crimes das pp e anexos.Você tem inteligência para mais e melhor–olhe pegue na múmia da teoria marxista(dialéctico e histórico)e (re)faça o trabalho epistemológico que Althusser empreendeu nos anos 60(lire le capital,pour marx,etc)e não reviu antes de estrangular a mulher.E deixe-se de sugerir que a raquel por não seguir a linhaça do partido pode vir a quilhar-se quando os seus amigos mandarem.

      • João. diz:

        Estou a tapar o quê?

        Acho que quem tapa é o sr. Só porque o liberalismo conseguiu escrever a sua própria história e a história do comunismo não quer dizer que a história seja a própria. Por exemplo de Churchill e o Reino Unido:

        “The author points out that Churchill, explaining why he defended the stockpiling of food within Britain, while millions died of starvation in Bengal, told his private secretary that ‘the Hindus were a foul race, protected by their mere pullulation from the doom that is their due.’”

        http://www.vijayvaani.com/ArticleDisplay.aspx?aid=1396

        Heróis da liberdade da treta.

        Assim como:

        “Readers might be interested to know that Mr Conquest in his classic The Great Terror estimated, in a series of curious extrapolations from literary sources, some seven to eight million arrests and roughly one million executions. Conquest’s arrest estimates would appear to be high by about elevenfold; his execution guess by a factor of nearly 32. Even if some of the 612,000 arrested were subsequently shot – and we know this sometimes happened – it is clear that Conquest’s estimates are, as we Americans say, not even in the ball park, while those of the revisionists are closer to the mark. Once again, archival evidence has contradicted rumours and stories. ”

        http://www.lrb.co.uk/v09/n02/j-arch-getty/starving-the-ukraine

        Portanto, por mim assumo que a primeira vaga de regimes comunistas não correu bem mas para mim a história não acabou, muito menos a história fajuta que nos tentam impingir. Nunca vi, senão na história do comunismo, que a história ecsrita pelos adversários seja imediatamente ciência. É ridículo.

      • fnvv diz:

        ” a primeira vaga de regimes comunistas não correu bem”
        Concordo: nada bem. Muito mal mesmo. Pessimamente.

  3. floribundus diz:

    não perco o meu tempo a falar do lixo humano comunista que afundou o país com a ajuda dos irmãos xuxas

    • João. diz:

      A isto é o que se chama “o paradoxo do mentiroso”.

      • isso resolve-se diz:

        A si custa-lhe explicar afinal o que é correu mal na sua 1ª fase do comunismo.Para a maioria das pessoas o que “correu”foi um não acabar de crimes não julgados em lugar próprio.Se não se explicar pensarei (acompanhado do presidente Mao)que considera ter então havido pouca repressão de classe,um Beria muito mole,a censura a tudo o que era pensamento e livre expressão pecar por curta,ter-se abandonado o culto de personalidade ao pai dos povos(ainda Mao a Edgar Snow) e tudo isso ser causa do afundamento geral do comunismo(não,resta a gloriosa democracia coreana,culto de personalidade forte e já com milagres no activo,esse farol dos povos…).Seguindo lenine para si terá havido pouca porrada pelas cabeças abaixo…E pelos vistos você espera uma segunda fase…lendo o manual O Estado e a Revolução sabe-se que será ainda pior que a primeira.

        Quanto a Churchill e pode acrescentar quem quiser,digo-lhe que para mim não há paizinhos dos povos nem pais fundadores a quem preste qualquer espécie de culto.Já tinha lido sobre
        outras traquibérnias, noutros lugares,atribuídas ao indivíduo.Mas aqui devo salientar a importância do contínuo escrutínio de governantes,de ideias,exercido
        por investigadores independentes só possível nestas sociedades liberais.Aqui,apesar das misérias por que passo,você e eu acedemos a informações preciosas sobre quase tudo,na sua ditadura do proletariado só a
        nomenklatura tem esse direito.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: