Pedro Lomba nos bons tempos

E é uma dignidade acrescida pelo sentido de entrega que é superior ao do cidadão comum, à das pessoas que estão habituadas às suas vidinhas’. Está a Dra. Assunção a dizer que a “dignidade” de um deputado é “acrescida” face ao cidadão comum? Que a “entrega” de um deputado é “superior” ao do cidadão comum que aguenta há décadas em silêncio os vexames de uma democracia partidária de videirinhos? Quer maior “entrega” do que essa?”.

(via Insurgente)

Lembrava-me desta, mas quis  que fosse imaginação  minha.Quando todos sabemos  como são escolhidos , e o que fazem realmente, pelo menos, dois terços dos deputados, apensar-lhes dignidade superior à  de um bombeiro, de um cirurgião  pediátrico, de um voluntário da AMI, diz tudo sobre a abelha maia.

FNV

Anúncios

2 thoughts on “Pedro Lomba nos bons tempos

  1. floribundus diz:

    no meu tempo do liceu dizia-se ‘quem não serve para mais nada vai para militar’.
    agora dir-se-ia vai para política a começar por deutad.

    no largo da Portagem nos anos 50 havia 2 consultórios médicos lado a lado:
    num o dr. deputado, noutro o dr. do putedo

  2. Miguel diz:

    Resumir os benefícios da democracia para a vida concreta dos portugueses a isto: “cidadão comum que aguenta há décadas em silêncio os vexames de uma democracia partidária de videirinhos” diz tudo da “qualidade” do personagem Lomba.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: