É uma pena

Eu não ter tempo e estar de partida.

Tinha aí uns  links para fazer ( sobre” vermes”  e “idiotas úteis”) para alguns blogues e umas respostas a comentadores.

Fica para mais tarde. Ou nem isso. Não vale a pena.

FNV

Anúncios

14 thoughts on “É uma pena

  1. (E boas férias, se for o caso.)

  2. Boas férias, Filipe e quando voltar logo decida de vale a pena ou não, mas parece-me que valerá.
    Abraço, tipo como não tenho visto nada de bola não o que os sérvios valem…ou não

  3. Jorg diz:

    Boas férias…

  4. João. diz:

    O que aprendemos com a ministra é que quando se fala de Pastas por Ministérios, ou seja, quando alguém passa a ser dita titular da Pasta das finanças, não falamos de mais nada do que uma pasta no sentido material e literal do termo onde tem que estar e está reunido tudo o que diz respeito ao ministério, uma pasta sem a qual o próprio ministério não existe. Portanto tudo o que aconteça num ministério ou está dentro da tal pasta, a que depois transita para outro titular, ou não aconteceu, não tem estatuto de realidade.

    • Jorg diz:

      Impressiona, quando destas coisas se fala, o sobrevoar sobre o que o Sr. Teixeira dos Santos ou, principalmente, o Sr. Pina eventualmente sabiam e o modo como o ‘transmitiram’ na transicção.

      O que parece perceber-se é que eles pouco sabiam, ou quereriam saber sobre o pivete que medrou sob sua supervisão, eventualmente encorajado por eles naquele espirito de ‘festa’ que já tresendava, por exemplo, do “Parque Escolar”. Nem o Sr. Teixeira dos Santos nem o Sr. Pina documentaram a ponta de um corno relativamente a perdas na ordem do milhar de milhão de euros – de outro modo, não se percebe como não o fariam constar e documentar na transicção. O sr. Teixeira dos Santos parece ter apresentado uma ‘folha’ – uau!! é o que não podemos deixar de alto exclamarquando nos deleitamos com o conteúdo da ‘folha’ – e o Sr. Pina mandou falar com o Sr. Felicio. O sr. Felicio ‘compilou’ umas tabelas de ‘raw’ data – quando? perante uma primeira solicitação da Sr. Ministra, as quais se seguiram outras porque a informação era incompleta – em termos concretos, percebe-se que até ás inquirições da Troika e pedidos da actual minstra, nem sequer esforço existia para ter estas coisas ‘debaixo d’olho’, minimamente quantificadas, pelo que a ‘estimativa’ das ‘tabelas’ refere os valores ‘mark-to-market’. . Perante estas ‘tabelas’, e perante a ‘folha’, tinha a sr. Ministra (então secretaria de Estado) de ‘concluir’ e ‘actuar’ – o facto de o Sr. Teixeira dos Santos, mais o Sr. Pina, até então supervisores que deveriam velar pelos cheiros a esturro – estamos a falar de Junho 2011 – nada terem ‘concluido’ ou ‘actuado’, não representa assimetria relevante. É, evidentemente chacota politica rasca.
      Ou seja, perante a informação de ‘transição’ podemos concluir que nem o Sr. Teixeira dos Santos, nem o Sr. Pina demonstraram saber, por isso não reportaram que o esturro poderia ser da ordem de milhar de milhão. Nada na ‘folha’ ilustra, nada nos testemunhos se refere a tal coisa. Mas a sra. Ministra, então secretária de Estado recém- chegada, mentiu quando disse que nada constava sobre a alarvidade, pois deveria ser capaz de concluir da ‘folha’ e do ‘vá falar com o Felicio’ o esturro até então ‘desconhecido’ ou olimpicamente ignorado – essa ‘incapacidade’, a cuidar em tantas vozes ‘analiticas’ como a reportada acima, converte-se por ‘spin’ em mais uma mentira, pois o Sr. Teixeira dos Santos e o Sr. Pina alertaram atempadamente para um problema que eles desconheciam ou pareciam desconhecer, e que só emerge com as tabelas do Sr. Felicio…. A sra. Ministra é pois uma reiterada mentirosa!

      Tenham dó….

  5. henrique pereira dos santos diz:

    Filipe, espero que tenha ouvido o que o vitor gaspar disse, e não se fique pelas notícias da TSF. E, já agora, ouvido também a audição de Maria Luís. As fontes, Filipe, as fontes. O que Gaspar disse é que evidentemente seria ridículo sequer pôr a hipótese de que Maria Luís não sabia dos swaps em geral (como disse Vítor Gaspar, Maria Luis pode ser considerada uma perita na matéria), mas que tinha toda a razão e tinha dito a verdade sobre as questões específicas. Como é evidente, se Maria Luís toma posse de manhã e à tarde está a pedir informações sobre o assunto é porque sabia que havia um problema. Mas isso não tira nem põe para o facto de ela ter dito que o governo anterior não lhe (e Vítor Gaspar sublinhou este lhe) tinha dito nada e que teve de começar o trabalho do zero (como demonstrou com documentação).
    henrique pereira dos santos

    • João. diz:

      A pergunta que há a fazer é porque razão a ministra não disse logo que tinha recebido a informação do ex-secretário de estado em vez de dizer que nada constava nas pastas de transição.

      Ontem durante a audiência na comissão o deputado do PCP fez esta pergunta e a ministra disse que não mencionou isso como não mencionou também muita outra coisa – se isto é resposta, então qualquer coisa é resposta.

      Toda a gente sabe que quando se perguntou à ministra se ela sabia dos contratos Swap a questão não era se constava nas pastas que lhe entregaram em mãos mas se nos contactos de transição em 2011 com o anterior governo ela tinha sido informada. Sabe-se hoje que ela recebeu informação mais do que suficiente para saber que havia ali um problema. Quem quiser fingir que dizer que nada constava nas pastas de transição sem mencionar os emails que trocou com o anterior secretário de estado é dizer a verdade do que sabia na altura da transição está à vontade, mas por tal também eu estou à vontade para dizer que a ministra trata a opinião pública como uma cambada de idiotas.

      Se a ministra e este governo não tivessem o rabo preso nesta matéria ela nunca teria sugerido que não sabia de nada, pois que é isso, para quem não quer ser feito de idiota, que se quer dizer quando se diz que nada constava nas pastas de transição e não se menciona que constava sim em trocas de emails, ou seja, em conversas com o anterior secretário de estado.

      A minha suspeita é que a demora da agora ministra em atacar este problema poderá ter custado centenas de milhões de euros. E daí que ela tenha mentido sem aparente necessidade. Até porque consta por aí que a diferença entre o valor potencial das perdas quando o governo tomou posse em 2011 e quando ele começou a fazer alguma coisa sobre este tema, setembro de 2012 chega a mais de mil milhões de euros.

      A resposta honesta que um governista tem que dar é que embora tenha mentido na comissão isso não é suficiente para que se demita. Assim é que é. É melhor errar com Maria Luis Albuquerque do que acertar sem ela. Poupavam-nos o carrossel e o habitual ataque a comunicação social. É que reparem bem, tudo o que é desfavorável ao governo nos jornais faz parte de uma cabala do jornalismo português o que quer dizer que se não fosse o jornalismo português tudo era maravilhoso com o governo.

      Ou seja, não é o governo que erra, não é o Gaspar que se demite com críticas evidentes à liderança de Passos, não é o Portas que se demite a dizer que seria uma dissimulação continuar no governo, não é a ministra que questionada se sabia dos Swap diz que nada constava nas pastas de transição sem mencionar a informação relevante que era a de que recebeu informação em conversas com o anterior secretário de Estado, não é também Relvas que tinha uma licenciatura fajuta, nem é o desemprego que aumentou mais de 50% durante estes dois anos de governo, ou não é a dívida que aumenta enquanto se diz que os esforços são para o pagamento da dívida – nada disso aconteceu ou acontece na realidade fora dos jornais, só acontece no mundo fictício das notícias.

      Mas agora que o ministério da verdade vai voltar aos briefings finalmente o país vai ser encaminhado para a verdade – até porque como todos nós sabemos só os outros governos todos da história da humanidade desde que comunicam com o ovo é que seleccionam e manipulam a informação de acordo com os seus interesses, só os outros de toda a história da humanidade porque este governo, ora essa, é o primeiro a dizer a verdade, toda a verdade e nada mais do que a verdade que só por ser verdade coincide com o interesse do governo.

  6. henedina diz:

    Boas férias para si e para toda a sua família.
    (não é um comentário mas é sincero)

  7. Leitor diz:

    Boas férias e uma menção para a desmontagem, da mistificação swapiana governamental, feita por Luís Salgado Matos, que não é um perigoso xuxalista: http://oeconomistaport.wordpress.com/2013/07/31/a-dra-maria-luis-albuquerque-deve-demitir-se-leia-abaixo-as-tres-razoes-da-sua-demissao/

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: