Livros (2).

Nos anos em que devastava florestas do Canadá lia cerca de um livro por semana. Depois comprei um iPad e esse número aumentou para o dobro. Mas o iPad tem jogos, aplicações, periódicos, tentações sem fim. Além disso, não resiste ao sol. Agora descobri este objecto:

Kindle-Paperwhite-In-Cover

E de repente voltei a ler na rua, enquanto caminho, deixei de almoçar com os meus colegas, apanho o metro em vez de táxis para poder ler. O kindle transformou-me num monge medieval e a sua superfície electrónica fez-me regressar ao tempo dos pergaminhos.

Luis M. Jorge

Anúncios

7 thoughts on “Livros (2).

  1. fernando antolin diz:

    Como em tudo, adaptamo-nos…já não desbasto um Canadá e uma floresta amazónica, fico-me por um Gerês, sem incêndios…mas ainda gosto de tocar nas páginas, do cheiro do papel,( embora limpar-lhes o pó seja uma seca…)de os procurar nas estantes. Talvez para o ano, quando os franceses da Vinci ( novos donos da ANA ) nos pagarem de novo os subsídios…

    • Compreendo o romantismo, e é verdade que para clássicos em que a edição é importante seria um erro confiar na Amazon (a loja do Kindle está feita para autores contemporâneos, não para obras do domínio público — nessas mistura traduções, etc.). Quando ao guito, sem querer desvalorizar o problema, a coisa arranja-se por cento e tal euros.

  2. henedina diz:

    Bimby tenho preconceito desde que passei um jantar em Barcelona em que era a única mulher que não tinha uma bimby. Ouvi “a bimby foi a melhor coisa que o meu marido me deu”. Estava tão farta que abri a boca para dizer “então deve consultar um sexólogo” mas depois contive-me.
    Quanto aos livros gosto deles de todas as maneiras mas o papel continua a ser o mais habitual. Agora uso mais bibliotecas apesar de que o único objeto de que sou consumista ser o livro.

  3. Fui fã absoluto durante dois anos. Para leitura, dá 10 a zero ao iPad. Acho irrelevante a discussão das virtudes e defeitos dos e-readers V. livros em papel porque há lugar para ambos debaixo do mesmo tecto. Por circunstâncias que não interessa aqui explicar, até tinha dois.

    Depois, com um intervalo de poucos meses, estragaram-se ambos (problemas nos écrãs que tornam a sua utilização impossível) – não os deixei cair, não lhes deitei café em cima, ambos tinham capas protectoras, nenhum era utilizado senão por mim. Uma noite desliguei-os depois de ler, no dia seguinte, ao ligá-los, o écrã estava estragado. O mesmo problema nos dois. A Amazon foi simpática (no trato), mas limitou-se a oferecer-se para me vender um novo com um pequeno desconto. Não estavam minimamente interessados no problema nem se mostraram abertos a dar grandes explicações.

    Não aceitei porque me irritam gadgets que se considera normal estragarem-se ao fim de dois anos, mas quase todos os dias tenho de me dominar para não carregar no 1-Click para encomendar um novo. Boa sorte com o seu.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: