É no que dá vivermos em 1975

Se a cada câmara se candidatarem duzentos bertoldinhos, as TV’s têm de transmitir tudo?

Tantas leis feitas e refeitas todos os anos, centenas de deputados e  dezenas de comissões,  e ainda vivemos sob uma lei político-mediática do tempo das máquinas de escrever e dos telefones  de disco. Deve ser culpa do capitalismo neoliberal.

FNV

Anúncios

9 thoughts on “É no que dá vivermos em 1975

  1. João. diz:

    É a primeira vez que vejo atribuir as culpas deste caso ao capitalismo neoliberal. Deve ser para que digamos: “não, não é culpa do capitalismo neoliberal que, aliás, está para a vida como um oásis no deserto”.

    • fnvv diz:

      ó diabo…então não é tudo culpa dele? Eu leio o Avante! , homem. vc baralha-me.

      • Carlos C. diz:

        Nem é preciso ler o Avante. Basta ler os artigos do Dr. Mário Soares no Diário de Notícias.

      • João. diz:

        Como o regulamento que prevê que todos tenham tempo de antena igual vem do governo de Vasco Gonçalves é evidente que a culpa é dos comunistas.

      • fnvv diz:

        Isso é impossível, no comunismo vigora o regime de partido único, that you see, minister, don’t need fair political campaigns.

      • João. diz:

        Os comunistas consideram que o “possível” é em grande medida determinado pela enciclopédia da situação cujo fito é contribuir para a sua reprodução; dessa forma cabe aos comunistas explorar o impossível, o que é dizer, ir para além da enciclopédia situacionista, dos preconceitos de que se vale a situação para se reproduzir.

      • fnvv diz:

        Sir Humphrey, i’m appalled….what are you babbling?

  2. Jorg diz:

    Porque não? Não fazem isso já com aquele corropio de be(r)tas e be(r)tos do BE que inevitavelmente decoram com o seu barroco todos os noticiarios -pelo menos daqueles canais de noticias? Eu cá parece que cada semana descubro uma mão-cheia de novos e frescos rostos…..

  3. Fernando Antolin diz:

    Telefones de disco ?? Filipe, eu em Santarém passei anos a pedir o 73 de Torres Vedras ( casa dos avós maternos) à menina da central. E na casa de um tio, perto de Runa, ainda se dava à manivela, no telefone, para a menina da central atender… sim, os pterodáctilos voavam suavemente ao anoitecer…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: