Contratempo ( XI)

Ó homem,esta Avoila faz o mesmo conforme a situação em que se encontra.
Não acredito que você acredite.No fundo acaba por ser outra inutilidade a juntar
às do governo.Não se espera nada de toda esta gente”.

Escolhi este comentário a esta observação  porque é um ovo inteiro.

Começa pelo manto: são todos iguais. É como se olhássemos para uma alcateia a perseguir um carneiro e disséssemos:  todos fazem  o mesmo ,todos  correm. Depois, o engano. Os sindicalistas defendem sempre os interesses dos trabalhadores, é verdade. O logro do comentário é sugerir que esses interesses estão  em risco sempre  da mesma forma.

Enfim, conversando com Sexto Empírico, dizia-me ele:  se toda  aparência é verdadeira, também a opinião de que nem toda  a aparencia é verdadeira , fundada na aparência,  será verdadeira*

* Contra os Matemáticos, 7, 389.

FNV

Anúncios

12 thoughts on “Contratempo ( XI)

  1. Hã? diz:

    Os interesses estão de facto em risco.É só.

  2. vortex diz:

    Meu Caro
    pensei que o seu texto sobre a sindicalista Avoila
    era fruto da sua fina ironia.
    infelizmente não há um sindicato dos contribuintes a quem imposto contribuir por pertencer aos seus direitos adquiridos.
    está por fazer o livro negro do sindicalismo para a criação de emprego.
    fui dirigente sindical, mas curei-me, assim como da ‘poliqueira’

  3. João. diz:

    Os direitistas não reconhecem a força de trabalho como propriedade privada do trabalhador. Para eles a força de trabalho é propriedade colectiva do capital – por isso repudiam toda a organização de trabalhadores que privatizam a força de trabalho, que digam que essa força é do trabalhador. Os direitistas dirão que os outros não têm nada que pagar por estes direitos dos trabalhadores mas eles esquecem que também se paga pelos direitos do capital portanto quando os direitistas propuserem que se abula toda a protecção do Estado à propriedade – a do capital e a do trabalho – quando propuserem que seja cada um por si, quando propuserem o fim da polícia, de tribunais e prisões, aí talvez mereçam respeito: mas é propor a sério, vir para a rua gritar, colocar em programas políticos partidários e por ai fora.

    • fnvv diz:

      O estado natural e o de guerra, de Locke, não deverá interessar muito a um marxista bem intencionado, João…

    • Hã? diz:

      Isso,abolir estes orgãos de soberania e substituí-los pela pide leninista e pelos
      plenários soviéticos—nem você nem as avoilas escondem nada…

      • Hã? diz:

        Claro que não lhe interessa a minha conversa.Você não me vê aqui a defender este governo inclassificável,nem o anterior.Mas conheço há muito a prática leninista para também não a suportar e isso você não pode admitir na sua religião marxista-leninista.Quando tocam aí…

  4. Os sindicatos representam interesses instalados. A UGT opõe-se à redução salarial no BCP e prefere despedimentos. Porquê? Todos os sindicalizados descontam uma percentagem do seu vencimento, que pode ser sobre o salário base ou sobre a totalidade do mesmo. O raciocínio é simples: se não houver despedimentos, vai haver menor receita para o mesmo número de beneficiários. Assim, são preferíveis os despedimentos uma vez que irão reduzir as contribuições mas também o número de beneficiários e a respectiva despesa. Os sindicatos abriram a possibilidade de os que “rescindiram” no ano passado continuarem a usufruir dos serviços do SAMS, mas como no geral são mais idosos, não deve ser bom negócio. São isto os sindicatos portugueses, uma “central de negócios”.

    • João. diz:

      “Assim, são preferíveis os despedimentos uma vez que irão reduzir as contribuições mas também o número de beneficiários e a respectiva despesa.”

      Belo raciocínio. Parte do princípio que o desemprego não tem efeitos na despesa pública. Porreiro pá. Parabéns. Só falta isto mesmo: quanto mais desemprego mais receita. Até acredito que haja no governo uns génios que pensem da mesma maneira – não é por acaso que temos o pior governo desde o 25 de Abril.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: