Jornalismo de referência:

“Permitir”, perceberam? Permitir.

É como cá: o governo vai permitir que 80.000 funcionários públicos se dediquem à pesca.

FNV

Anúncios

5 thoughts on “Jornalismo de referência:

  1. XisPto diz:

    Assim como a gravidade exerce a sua ação sobre os corpos, o mercado internacional actua sobre as economias. Eu sei que parece redutor e limitativo do livre arbítrio, mas não seria preferível enfrentar essa realidade de frente em vez de que investir num universo verbal paralelo?

      • XisPto diz:

        Claro que isso exigiria que a sociedade funcionasse como uma associação cientifica dedicada o conhecer uma determinada área da realidade e a tomar decisões racionais… algo muito afastado do que ocorre. Temos, assim, que compreender uma outra medida de eficácia da verbalização política, onde a dupla linguagem encontra a sua justificação, os meios justificam os fins, o poder corrompe porque a luta pelo poder ela própria já corrompe. Vc próprio já o disse, as pessoas mentem, os políticos mentem, e quase todos estarão honestamente convictos de que isso não é grave.

  2. jj.amarante diz:

    Governo de Portugal, governo de Cuba, a mesma luta!

  3. Jorg diz:

    Eu fico extremamente divertido com a cobertura das eleições bávaras nos média do burgo… No de referência temos uma fotografia de berloque – assim como ilustrar uma vitória do PS com umas saloias genuinas ou do PSD com umas donzelas e damas do Douro estilo “Portugal, Mon Amour”…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: