Contratempo ( XV)

Um juiz comentador  televisivo condenado por calote, um polícia que terá assaltado uma casa.

Ao contrário dos muezzins dos costumes, aprecio este equlíbrio. Se continuar, talvez vejamos um bispo falar da violência no santo matrimónio, um advogado zizekiano vender o BMW e ir para as empresas ajudar os contratados a prazo, uma ministra confessar que se enganou ao fazer-nos  todos de parvos.

FNV

Anúncios

2 thoughts on “Contratempo ( XV)

  1. Jorg diz:

    Deixe lá – como o exemplo no link abaixo ilustra, um perfeito equilibrio raramente garante propagação a tantas outras facetas da realidade multifacetada:

    http://www.abola.pt/galerias/ver.aspx?id=428863

  2. P R J diz:

    Quanto a bispos a falar de violência no santo matrimónio já vi, com a diferença de ser padre, violência, traições, morte. Uma oratória muito ocasional. Não me lembro se depois dos votos ou antes.
    A política defendo anarquia. O quer que isso seja.
    Atenciosamente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: