Madames Mao

Nos comentários ao vídeo, com citação  logo à cabeça da opinião de João Miranda, temos a menção ao penteado da senhora. Sim, de que se queixa quem tem dinheiro para arranjar o cabelo?

O espírito de Madame Mao e de Xie-Fu-zhi revive nos nossos pequenos guardas-vermelhos. É purgar  a Nação destes Pretos que vão ao cabeleireiro e atrasam o progresso.

FNV

Anúncios

14 thoughts on “Madames Mao

  1. É o liberalismo tuga, o tal que, dizem eles, defende a liberdade acima de tudo.

  2. E a caixa de comenários do post é um vómito.

  3. João. diz:

    Não é o espírito de madame Mao. É o espírito da direita americana onde predomina a estupidez.

    http://www.thedailyshow.com/watch/wed-september-25-2013/healthcare-bill—ted-s-excellent-adventure

    • fnvv diz:

      Também Madame Mao, sim, sabe isso muito bem.

      • João. diz:

        Ao referir-se à madame Mao você dá um tom de excepcionalidade ao que é recorrente, digamos que sugere um raro evento onde a direita se cruzaria com más práticas da esquerda contaminado-se aí da estupidez a que se refere no seu post.

        Eu argumento que a estupidez da direita tem as suas origens próprias e que nunca precisou de se contaminar com más práticas da esquerda para exibí-la alegremente.

        A direita orgulha-se de sua estupidez, não queira roubar-lhes o mérito da originalidade e dedicação ao seu aperfeiçoamento.

      • fnvv diz:

        Também é verdade, mas agora vamos ver as eleições com vários partidos ( coisa anticomunista)

      • João. diz:

        “Também é verdade, mas agora vamos ver as eleições com vários partidos ( coisa anticomunista) = Non sequitur.

      • fnvv diz:

        facta, non verba

  4. André diz:

    Para blasfemos e insurgentes, a população só terá direito ao lamento quando viver numa espécie de Bangladesh atlântico. Até lá, é a ingratidão dos obesos e acomodados. E como cada nacional é a reencarnação de um taxista ao aeroporto, segue-se um alegre arraial de mesquinhas amenidades.

  5. Dário diz:

    Ah, Ah, Ah, Ah, Ah, Ah…Ah…Ah, AAAAAh! Eu não aguento mais! Eu odeio o primeiro-ministro! Mostrem quanto é que desconta um aposentado da função pública – mil euros – BOA REFORMA, HÃ? Que palhaçada, que cena grotesca, completamente encenada!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: