E, dona Isilda, os contratos são para cumprir.

Eduardo Catroga reage à diminuição das rendas pagas aos produtores de energia:

Não acredito que o Estado português vai alterar os pressupostos que estabeleceu na última operação de privatização da EDP.

Luis M. Jorge

Anúncios

4 thoughts on “E, dona Isilda, os contratos são para cumprir.

  1. Em alguns dias, «pacta sunt servanda»; noutros, «rebus sic stantibus». Sãi uns especialistas em Direito, estes gajos.

  2. XisPto diz:

    E acredito que tenha razão. As “contas” da electricidade são tão pouco transparentes que suspeito muito que estejamos perante puro spin governamental com a colaboração do Catroga, passe a tautologia:o governo a fazer de conta que “ataca” a poderosa EDP…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: