Mon dieu

Le raciste FN ravage la France.

FNV

Anúncios

10 thoughts on “Mon dieu

  1. De notar que o ministro do interior francês, Manuel Valls, é o ministro mais à direita do Governo, o que já lhe valeu conflitos no interior do governo francês, nomeadamente com a ministra da Habitação. Em todo o caso, que esta política seja levada a cabo por um governo que se diz de esquerda e tenha o apoio da maioria da população francesa, diz-nos muito sobre o rumo que tudo isto está a tomar.

    • fnvv diz:

      Se esquecermos a lengalenga moral da esquerda das vítimas da fome, notamos que muitos governos de esquerda pura tiveram políticas horrendas de imigração ( Estaline e Mao, por ex, eram uns principiantes ao pé de Le Pen)

      • Filipe, eu falava em governos democráticos de esquerda, e não em regimes totalitários. Estaline e Mao, tal como o Terceiro Reich, definem-se mais como totalitarismos do que recorrendo à dicotomia esquerda/direita.

      • fnvv diz:

        ah bom, Carlos, mas governos democráticos de direita também não têm necessariamente de ser xenófobos…

      • Filipe, claro que não têm necessariamente de ser xenófobos. Eu até vou mais longe: excluo o seu recurso ao advérbio de modo «necessariamente (que teve uma certa piada, tendo em conta o que V. estava a contra-argumentar), e digo simplesmente: os governos democráticos de direita não têm de ser xenófobos.
        Eu queria simplesmente salientar que políticas restritivas da imigração são mais associadas à direita e mais incompatíveis com os valores que a esquerda defende.

      • fnvv diz:

        Não em França. Lembra-se daquela PM socialista Edith Cresson, não era? , que até alugou aviões para os recambiar?

      • João. diz:

        É fácil falar de governos democráticos quando se varre o lixo para debaixo do tapete.

        “I do not admit… that a great wrong has been done to the Red Indians of America, or the black people of Australia… by the fact that a stronger race, a higher grade race… has come in and taken its place.”

        Churchill to Palestine Royal Commission, 1937

        E já agora, mais democracia:

        http://www.theguardian.com/world/shortcuts/2013/sep/01/winston-churchill-shocking-use-chemical-weapons

      • As políticas que mencionei são de facto mais incompatíveis com os valores que a esquerda defende. Dito isto, sempre achei que a associação dos franceses aos valores de esquerda se devia mais a razões históricas e a um certo romantismo do que a outra coisa qualquer. E, valendo isto o que vale, ter convivido profissionalmente com eles durante vários anos não ajudou a que a minha opinião mudasse.

      • fnvv diz:

        Sim. Vivi lá. A judeofobia (moderna…) começou lá, finais de XIX.

      • João. diz:

        Em portugal o funcionário público é a novo judeu que, liderado pelos rabinos do T. Constitucional, vive à custa do suor e do sangue do bom povo .

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: