Sim e não

Também fazes parte  dele, por isso cuidado com  a classificação ( nada patriótica), mas é verdade, já o disse aqui, que o grau de exigência para com as oposições  não-parlamentares  anda pelas ruas da amargura. Hoje em dia,  qualquer chinchila   que insulte o governo ( de preferência com a sintaxe elaborada das claques de futebol)  ou jornalista-militante são  adorados no palheiro.

Pagaremos  isto com língua de palmo.

FNV

Anúncios

9 thoughts on “Sim e não

  1. vlx diz:

    ;-))) Mas no caso concreto, que aliás não era caso nem tinha nada de concreto, nada comentei, meu querido.
    Abraços
    vasco

  2. João. diz:

    Um post difamatório que não traz uma citação em suporte do que afirma e muito menos demonstra a existência de um conjunto sistemático de intervenções vindas do interior do próprio orgão de comunicação – editoriais, por exemplo – realizando aquilo de que é acusado.

    A conclusão que eu tiro é que para este pessoal só há uma imprensa livre: a que se entrega às necessidades do governo.

    Não é diferente do que pedem aos Juizes do Tribunal Constitucional: que adoptem o Passos Coelho como filho lídimo da redenção portuguesa e o coloquem acima da Constituição.

    • João. diz:

      Falo do post do Corta-fitas.

    • João. diz:

      http://www.tsf.pt/PaginaInicial/Economia/Interior.aspx?content_id=3461116

      Qual é o escândalo disto?

      Depois de um governo que comunica as coisas aos país a partir de joguinhos e guerrinhas internas, sendo incapaz de ser claro e distinto é evidente que cabe à comunicação social libertar-se da confusão reinante no governo e lançar algumas hipóteses a partir do que já tinha sido dito. É isso que a meu ver fez a TSF.

    • Jorg diz:

      Fraca prensa – assumindo a “boa fé” de serviço… – que se põe a jeito e baixa a calcinha ao primeiro piscar d’olho. Como eu acho que não é assim, mentem por omissão num ‘spin’ acomunado com ideologias e preconceitos de cómodo, e dispensam-se, por exemplo, de fazer contas – são assim como o Dr. Soares, que dizia que contas era para ‘merceeiros’..
      Se sentissem que componente de inteligência pode ser não complicada aritmética, bastavam fazerem umas contitas com 100 milhões, em vez de perfilharem os milhões para reiterar “ladrões”….. São sornas de claques, evidentemente.

      • João. diz:

        mas…se é assim tão fácil porque é que o ministro não as apresentou quando falou da medida. E, já agora, se é assim tão fácil porque é que vocês só aparecem agora depois do ministro anunciar a medida em concreto? Não vos vi a apresentar essas contas antes. Se eram fáceis podê-lo-iam ter feito desde logo. Olhe, o Marcelo ou o Marques Mendes, por exemplo. Isto para não pedir ao Portas ou à ministra que estava ao lado dele para que as tivessem apresentado logo.

      • Jorg diz:

        Estavamos a ver se conseguiam pensar, para além das confabulações dos “ladrões”…

      • caramelo diz:

        São estúpidos e daninhos e têm de fazer um acto de contrição todos os dias, xuxas, pronto, tudo dito. É malhar, é malhar! Eu sou burro, mas pelo menos estou disposto a aprender. Explica-me lá, Jorg, como é que se retira 100 milhões a 25 mil pensionistas. Quanto é que tiram a cada um?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: