O que seria de nós sem os adolescentes?

E o que será um fato de aspecto proletário?

Os manifestantes envergavam óculos escuros, perucas, máscaras com narizes e fatos de aspecto burguês

Ou seja, os operários  ainda são do tempo do macacão e do banho mensal, a apologia da contenção, do poupar e dos pobrezinhos  mas honrados só é nojenta se  vier da boca das Jonets, não é?

FNV

Anúncios

10 thoughts on “O que seria de nós sem os adolescentes?

  1. vortex diz:

    quando trabalhava na indústria química em vez de bata
    usava o denominado ‘fato-macaco’ com escândalo de outros profissionais.
    facilitava os movimento e no verão permitia andar de camisola interior e cuecas.

    este movimento devia chamar-se:
    ‘que se lixem o trabalho e os contribuintes’

    por mais que nos queiram convencer da esquerda à direita
    o rectângulo não é viável como país

    a ONU que nos declare protectorado de um país a sério

  2. Miguel diz:

    E o que será um fato de aspecto proletário? É um fato rematado por um boné, enquanto que na manifestação estava um tipo de chapeu de coco, ou seja, um fato de aspecto burguês do século XIX. Voilà.

    • fnvv diz:

      eram bom que vcs saíssem do séc.XIX ( ou estão a fazer companhia ao VPV?)

      • Miguel diz:

        eheh … aquilo não é diferente do que têm feito directores-adjunto do Público quando discutem , por exemplo, o resultado dos “exames” com a troika: repetem acriticamente os mesmos eufemismos, a mesmíssima terminologia e, pior ainda, aceitam de cima a baixo todos os pressupostos ditados pelo poder (isto agora vai mais na linha do Pacheco Pereira do que do VPV, mas ele tem tido razão ultimamente, só não percebo como não se deu conta do que aí vinha, ele que os conhece muito melhor do que nós, mas deixemos isso para outra altura, fim de digressão). Directores-adjuntos! Está em vídeo no Público. Sendo assim, o que é que estarias à espera da parte do “estagiário” senão que papagueasse os chavões da manifestação? É o mesmo mecanismo. Só que no caso do director-adjunto é mais grave. (já nem falo do piano romântico que acompanha o início do vídeo da entrevista ao Rui Moreira, é comovedor)

      • fnvv diz:

        sim, sim, foi a mamã que os vestiu…

  3. caramelo diz:

    Filipe, eu acho que o tipo que escreveu a noticia não quis fazer um manifesto proletário contra a burguesia. O Público não é o Luta Popular em 1975. Eu até acho que o costumam conotar mais com a esquerda festiva, a fação caviar do bloco, maluquices transgénicas de gajos com roupa de marca e i-phones, não é assim a taxonomia?
    O Miguel explica bem o que pretendia o pobre do Arnaldo Matos do Público com o “factos de aspecto burguês”

    • fnvv diz:

      huummm…dá a lá a volta que quiseres, mas operários de Lacoste ( como o da Neves Corvo que vi n aTV) não são bienvenidos no Público.
      Old habits die hard.

      • caramelo diz:

        Ó Filipe, não é nada disso, tem lá paciência. Eu, por acaso, até conheço bem vários jornalistas da primeira fornada do Público, que vieram a destacar-se (incluindo o Pedro Rosa Mendes) e a ter funções de chefia e nenhum deles corresponde a essa descrição, quanto mais os que vieram depois, incluindo os estagiários que por lá devem abundar.

      • fnvv diz:

        Gosttei muito da Baía dos Tigres. Já o Paulo Moura, enfim, vive com o VPV.

  4. Lucklucky diz:

    Se tiverem mau corte ou mal comprados para o corpo da pessoa são fatos proletários…também vai com os tempos, uma boina também em outros tempos seria proletário hoje já seria burguesa, talvez tendência esquerda caviar… tal como o bigode, no passado seria do povo, hoje já passou tempo suficiente para ser da elite ou depende do corte?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: