Relações extra-conjugais com extra-queijo (II)

– Encontrem-me um pobre que não se manifeste. Palavra de honra.

– Está aqui este, senhor ministro de Estado.  Estava a  engraxar os pneus da vespa do Mota.

– Olhe cá: o senhor é me’mo pobre, pobre, pobre?

–  Dizem que sim xotôr.

–  Ai é? Ai é? Ora vamos  cá: quando foi a última vez que comeu?

– Onte, xotôr. Uma côde de pão à ceia.

– ‘Tá a ver?  E diz que é pobre?  É falso. O senhor calunia-se!

–  Eu não me drogo, xotôr…

–  Ó Jica: conte isto à Teté para ela não ir fazer figura de parva à SIC-Notícias logo à noite.

FNV

Advertisements
Com as etiquetas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: