À letra

( fonte: Record)

FNV

Advertisements

10 thoughts on “À letra

  1. vortex diz:

    além de estar de joelhos também gosta de estar de cócoras.
    independente é vocábulo que em política cheira a sarjeta entupida.
    pensei que se chamava andrade.
    o pito dourado já tem montada

  2. joshua diz:

    Rui Moreira tem imensas qualidades. É um intelectual que dá gosto ler. Está, agora, a aprender a ser político. Talvez o melhor fosse Bruno de Carvalho não lhe dar o troco e seguir o que vem sendo. Um motivador nato. E não sabemos se colherá algum fruto hoje.

    Espero que não. Assim espera o pessoal que canta d’alto de cima d’água.

  3. jorge jorge diz:

    Nunca pensei que o carvalhinho soubesse dar um resposta destas. 20 valores.

  4. Jorg diz:

    Perguntei a um amigo “tareco” quem era o homem – éh pá! Aquilo é de forma conhecida – como bom empreendedor de Lx, lá ‘tava na construção , com umas coroas ganhas com a EXPO – só o Estado, com a Parque Expo do Soba Mega, é que não ganhou dinheiro com aquilo…o que também é comum em LX.

    Talvez por ser mais pequeno o Municipio, mais “provinciano” – como gostam de definir muita gente que vende ‘mundo’ a partir de uma colinas junto ao Tejo – Moreira, no Porto, é conhecido, reconhecido e respeitado. Uma das vantagens é que ali é mais fácil – deve ser do tamanho, ou da cultura ou das mais variadas fontes de fortuna – topar ‘patos bravos’, especialmente pelo vagar dedicado a recitar, mesmo por escrito, baboseiras.

    • fnvv diz:

      O sucesso apaga muita cosa, não é, caro?

      • Jorg diz:

        No caso do “Vale e Azevedo” dos “Tarecos” – que, em vez do Futre, dizia “vão vir charters de Russos” – o “suc-cesso” da regência – é o que recitam as trombetas da Capital – apagando muito coisa, parece ter deixado a descoberta alguma coisa pouca boa, por exemplo, “a vender água sem caneco”….

  5. caramelo diz:

    É deveras um descaramento, um despropósito. Um bom burguês do Porto, respeitado, com letras, da estirpe dos sólidos retroseiros da baixa do tempo do Camilo, levar lições de um pato bravo lisboeta, um fadista, um naifista, ainda por cima sobre foot-ball, um desporto que na cidade invicta ainda é uma competição de cavalheiros à moda antiga.

  6. caramelo diz:

    Diabo, li mal. É pior ainda. O badameco do Bruno (Mal alguém sério se chama Bruno?), estava era a tentar dar lições de governo da invicta.

  7. Não li o artigo de Moreira, mas…”subserviência ao líder desportivo”? Por muito que discorde dele em coisas da bola, é defeito que nunca lhe vi, nem o vi prometer novos subsídios ao FCP (coisa que outros dois candidatos à CMP fizeram).

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: