Boa notícia

Isto porque “em Setembro, o indicador de expectativas económicas em Portugal estava nos -29,5 pontos, que é o valor mais alto registado desde Abril de 2010”, pode ler-se no mesmo comunicado. Estes valores devem-se, de acordo com aquela empresa, à “recuperação do turismo”.

FNV

Advertisements

15 thoughts on “Boa notícia

  1. vortex diz:

    o sector dos serviços absorve muita mão-de-obra
    em último lugar agricultura e pescas

    o rectângulo merecia que a oposição não fosse anti-contribuintes
    e que o patronato não andasse sempre de diarreia

  2. caramelo diz:

    Já tinha ouvido dizer que o povo é sábio. Ainda não falaste é do caso Ronaldo. Parece que o senhor Blatter ofendeu Portugal continental e ilhas adjacentes mais as cagarras das selvagens. Não sei se vou ter de comprar uma bandeirinha para pendurar na varanda.

  3. Fernando Cardoso Virgílio Ferreira diz:

    Caro Filipe, a GfK não é aquela empresa de medição de audiências que se engana (quase) sempre na avaliação das quotas das estações de televisão? Índice de -29,5: é caso para dizer que os portugueses já vêem luz ao fundo do túnel, embora a luz seja a de um fósforo aceso…

  4. MCS diz:

    Finalmente! Já posso abrir a garrafa de champagne que tinha guardado para este dia. Glória, glória! Aleluia.
    Agora já percebo o Orçamento para 2014. Conseguimos!

  5. caramelo diz:

    Filipe, isso não é boa, nem má noticia. A noticia é que há uma empresa chamada GFK que tem uma máquina tão bem calibrada que mediu em -2,95 uma coisa esotérica chamada “indicador de expetativas económicas”. Não -2,94, nem -2,96, mas -2,95. Que empresa é essa, qual a metodologia, qual a credibilidade disso, népias. Eu, que após dois ou três anos de acumulação de cortes orçamentais, a única coisa que ouço da figura tipica do povo, a dona ermelinda das hortaliças (tá bem assim?), é “isto está mau”, fico espantado, no mínimo. Logo tu, sempre tão atento aos media, que captas todos os dias os mais pequenos sinais de manipulação, chamas a isso “boa noticia”, sem mais? Tá bem, abelha.

  6. João. diz:

    O ponto não é que o buraco seja sem fim. Algum dia haveríamos de parar de cair. Do que se trata é em que situação, ou usando o jargão actual, em que condição estrutural (para muitos anos, portanto) é que se instala a inércia do sistema. É por aqui que devemos observar as políticas que estão a ser seguidas e o modelo económico,se é que o há, em que se está a apostar.

    Se o modelo económico visado for estruturalmente penoso então boas notícias podem ser afinal más notícias. Como hoje vemos que muitas boas notícias, de há anos, de fundos estruturais a entrar pelo país de tal modo que havia mais dinheiro por exemplo em deixar de produzir do que em produzir eram afinal más notícias porque afinal ficámos sem dinheiro e sem muita capacidade que poderíamos ter desenvolvido em vez de encerrado.

    • XisPto diz:

      Olhe que não, olhe que não. Com a espiral recessiva não há limite para a queda, algo parecido com um stall num simulador, uma experiência recomendável para quem gosta de emoções fortes sem riscos reais.

      • João. diz:

        Se não me engano o espaço é curvo de modo que a dada altura a queda haverá de começar a ser uma subida;

        …mas haverá diferença entre subir porque se está a caír e caír porque se está a subir?

      • XisPto diz:

        João: eh eh eh, bem observado, a gravidade curva o espaço, mas isso é na física, no domínio da retórica política uma queda é a pique e em linha recta até ao inferno, como nos quadros do Bosch, onde espiaremos todos os pecados…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: