“O caso espanhol”: isto é que eram boas notícias

“Nós o que propomos é uma evolução progressiva do salário mínimo nacional de forma a atingir-se o valor de 600 euros em 2013”, adiantou Carvalho da Silva.
Esta proposta prevê um aumento em apenas dois anos de 100 euros, já que o que está previsto actualmente é que em 2011 o salário mínimo se fixe em 500 euros. O sindicalista justifica esta proposta com a necessidade de ter um salário mínimo que cresça mais que a média dos salários, e que devolva aos portugueses o poder de compra, e com a necessidade de equiparar os rendimentos portugueses aos dos países com os quais Portugal mantém relações económicas, dando como exemplo o caso espanhol.

FNV

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: