Liberais da horta

O texto do Daniel Oliveira que o Luís cita é, de facto, um bom resumo e faz-me pensar que não deve haver um liberal à moda antiga em Portugal.

Apesar de encherem a boca com o verbo, o que vejo é empresários cujas falências de negócios de algodão  em Moçambique  são pagas pelos contribuintes ( via bancos falidos) ou  comanditas como essas dos colégios privados. No plano dos costumes, vi liberais de botas cardadas chamar fascismo higiénico à tentativa de regular  a ruidosa canzoada em apartamentos, mas calando-se quando um engenheiro  de 60 anos é alvo de  perseguição judicial porque sossegada e  silenciosamente cultivava três pés de canabis na varanda.

FNV

3 thoughts on “Liberais da horta

  1. NS diz:

    Num país liberal talvez seja fácil encontrar um empresário liberal, mas num país como Portugal não deve haver um único. Aliás, é curioso que quase toda a opinião publicada em Portugal fale da má qualidade (seja isso o que for) dos empresários nacionais, sem perceber que são as condições de mercado que determinam que tipo de empresários têm sucesso. Não se pode pretender que um esquema absurdo como os contratos de associação possa gerar qualquer tipo de pensamento liberal num empresário.

  2. Daniel diz:

    Mas não era o Filipe um liberal à moda antiga? Existe portanto pelo menos um em Portugal!🙂

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: