Recordando O’Neill (I)

Antes quero morrer em situação de miséria, numa escada de um prédio em Nova Iorque, do que morrer num hospital psiquiátrico na União Soviética.

FNV

 

5 thoughts on “Recordando O’Neill (I)

  1. Bone diz:

    Recordando O’Neill em dó menor: antes quero morrer em situação de miséria num casebre de uma aldeia do Afeganistão do que morrer na prisão da baía de Guantánamo.

  2. Miguel diz:

    Já foi tempo para isso … hoje já não se deixa ninguém a morrer num vão de escada nova-iorquina, é-se transferido muito antes para muito longe (não sei se hospital, se o
    quê). Gentrificação a isso os obrigas. (Já em Paris ainda funciona, a cada dois passos se dá com gente a dormir na rua).

  3. caramelo diz:

    Ui, há muitas variantes dessa. Eu também tenho as minhas máximas: é melhor ser rico e ter saúde, do que pobre e ter pouca saúde. ou, é melhor morrer numa cama fofa e quentinha, lúcido, com 120 anos rodeado dos entes queridos a quem vou deixar milhões de euros, do que morrer sozinho e miserável aos trinta num vão de escada.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: