Estamos a milímetros

Basta mais uma  entrevista a Bagão Félix  ou um artigo de Pacheco Pereira: “Nunca foi necessária ajuda externa, foi tudo  um plano dos neoliberais“.

FNV

5 thoughts on “Estamos a milímetros

  1. joshua diz:

    Achei bastante sintomático a sala quase completamente vazia na apresentação do último caderno de crónicas da soneca.

  2. Miguel diz:

    Não é consequência de um plano urdido pelos neoliberais para atacar especificamente Portugal, é uma consequência do sistema financeiro construído pelos neoliberais. Há uma certa diferença. Se a esta hora do campeonato ainda não percebeste isto …

  3. XisPto diz:

    Mas melhor do que o post do Insurgente é o texto de Francisco Assis, aparentemente uma das poucas cabeças do PS que não prática o pensamento mágico. Depois do que escreveu é ajuizado usar as fórmulas cerimoniais adequadas se quer voltar a entrar no Rato sem ser defenestrado…

  4. vortex diz:

    Coimbra 1953. representação do O.A. a brincar com a tragédia Castro de António Ferreira:
    ‘-Inês! Inês! quem te matou?
    -foi o Pacheco’

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: