O regresso.

A uma caverna cheia de anões vivazes e laboriosos que se oculta atrás de uma porta secreta num quarteirão insuspeito de São Bento regressa agora o maior de todos, Josléi, filho de Magalhis, a quem os anciãos chamam reverentemente “o tribuno”:

Se o memorando fosse a Vénus de Milo teria quatro braços e dois bigodes.
(…) Este Governo exprime-se de uma forma estranha, fazendo mesmo lembrar aquele intérprete de linguagem gestual sul-africano.

Haja alegria.

Luis M. Jorge

2 thoughts on “O regresso.

  1. veronica santos diz:

    Ah a retorica…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: