Verdes são os campos (XXIII)

Estamos destinados a ficar entalados entre um César das Neves que  aprecia o jeitinho que acrescentam aos paises de acolhimento os nossos cérebros emigrados  e uma esquerda nacionalista  que  redescobriu a Pátria e a Nação e que considera uma tragédia a  circulação de pessoas dentro da UE.

FNV

,

Com as etiquetas

18 thoughts on “Verdes são os campos (XXIII)

  1. Bone diz:

    Circulação de pessoas… é mais um item da novilíngua?

  2. caramelo diz:

    É, não é nenhuma tragédia, somos é um povo cosmopolita, desde sempre, Tomamos aqui o pequeno almoço e jantamos em Toulouse. Há uma certa esquerda que acha que só ela é que tem direito a andar de avião. No fundo é isso, né?

    • fnvv diz:

      trágico, pá,trágico as pessoas andarem de um lado para o outro na UE, trabalharem sem vistos e até poderem ser candidatar-se nas regionais.
      Trágico, pá, ainda por cima num país que em 30 anos só teve 3 resgates. Cada raça no seu lugar, cada povo no seu vagar, já dizia o botas de Santa de Comba.

      • caramelo diz:

        Isso é pra mim? Chegámos aqui e ainda me confundes com o PNR? Valha-te deus, olha que não me ensinas grande coisa sobre emigração, por mais gente que ouças em consulta. Mas já vi que continuas a tentar insuflar os teus compatriotas de otimismo. O Henrique Monteiro é uma variante mais divertida do Cesar das Neves: diz que prefere pensar nos emigrantes como “gente aventureira, que gosta de correr riscos”: http://expresso.sapo.pt/a-emigracao-e-mesmo-uma-desgraca=f848169. Um povo de fernões mendes pinto, a partir em caravelas, para fugir do tédio da pátria, num imenso espaço de circulação livre.

      • fnvv diz:

        não te ensino nada, vivo numa caverna, como costumas dizer, tu é que sabes de tudo do povo, és de lei e brasonado.

      • caramelo diz:

        Tás sempre a citar-me mal, raio de sina a minha.

      • fnvv diz:

        olha que vou ao arquivo…

  3. Miguel diz:

    Uma coisa é ir pela Europa fora por opção — o que é uma liberdade a defender; outra coisa é ser levado a sair do país por causa da miséria que as “elites” voluntariamente fazem cair sobre a população.

    E convém lembrar que estão por resolver várias questões no que diz respeito à participação política dos cidadãos que se estabelecem pela UE fora. Há um longo caminho a percorrer, e não vai ser um passeio bucólico. O alentejano em Lisboa vota nas legislativas e nas presidenciais, é um cidadão de pleno direito. No país onde vivo, posso votar nas europeias e municipais, mas não tenho direito de voto nas legislativas nem nas presidenciais, a não ser que mude de nacionalidade. Por exemplo.

    • fnvv diz:

      Ir pela Europa fora por opção? Assim como o Goethe na Viagem a Itália?
      Isso é que é uma perspectiva histórica da emigração , sim senhor.

      • Miguel diz:

        Não se faça de parvinho. Eu fui Europa fora por opção, para trabalhar e fazer a minha vida. Outras pessoas também. Um dia isso será natural. As pessoas não estão destinadas a vegetar no quintal em que nasceram.

    • Miguel diz:

      Aliás neste aspecto estou em desacordo com a esquerda anti-euro e anti-UE. Embora abomine o caminho político que está a ser seguido na UE (incluindo a arquitectura disfuncional do euro), considero que com as liberdades concretas dos cidadãos não se brinca, e nunca as liberdades presentes se devem sacrificar em nome de liberdades futuras mais perfeitas. Tal como as chamadas liberdades burguesas, que não são suficientes, mas são necessárias para uma sociedade justa. O Euro é dos cidadãos, não é de nenhuma oligarquia. Deve ser transformado, não destruído. Idem para a UE.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: