O charme discreto da burguesia

Aqui não há desgraçados, aqui não há coisas feitas sem sentimento e com sorrisinho nos lábios, aqui não há povo: só desordeiros.

FNV

%d bloggers like this: