Entretanto, na América.

slide-12-638

slide-9-638

Recordando os helderzinhos que escarneciam do Krugman e espumavam contra o “despesismo” de Obama. Observem, já agora, este modo de apresentar a informação aos cidadãos.

Luis M. Jorge

19 thoughts on “Entretanto, na América.

    • Isso muda tudo, Helderzinho.

      • ras diz:

        Não muda nada. Não são bonitinhos, com cores impecáveis, mas ao menos mostram alguma coisa. Não são propaganda. Política nacional interessa-me pouco, helderzinhos ou outros. Sorry.

      • manuel.m diz:

        “There are three kinds of lies: lies, damned lies, and statistics.”

        Benjamin Disraeli

    • Dr. Fonseca Galhão diz:

      Olá helderzinho.

      Isto há sempre shades of grey.

      O zimbabwe tem 86% da pop. “envolvida” na economia. A Noruega tem 66%… muito próximo dos indicadores americanos. Portugal desceu de uns espeta-colares 62% para 61% desde 2009, com a taxa de desemprego a aumentar uns 6 ou 7% desde então.

      http://data.worldbank.org/indicator/SL.TLF.CACT.ZS

      O que é que quer isto dizer? Pergunte ao Camilo, que eu sou de Letras.

      Talvez este gajo ajude. Ou não. Acho que até o FED anda às marradas com isto. É o que dão as ciências sociais.

      http://www.businessinsider.com/labor-force-participation-not-a-problem-2014-1

      • ras diz:

        Mas shades of grey era exactamente o que tentava introduzir. O primeiro gráfico (que mostra a redução do défice), por exemplo, resulta de uma (má) política fiscal que obrigou o FED a trabalho extra. Mesmo a política monetária está muito longe de ser perfeita. Quanto à participação no mercado de trabalho: é óbvio que não é tudo trabalhadores desmotivados. Reformados e o tipo de economia que se perspectiva (muito menos dependente de trabalho manual intensivo) ajudam também a explicar o declínio. O que não se deve fazer é comparar a resposta à crise de um país com moeda própria a dezena de países com uma moeda comum. Ou então começa-se e acaba-se com uma crítica à existência dessa moeda (que não vejo quase ninguém fazer). Porque o resto é quase tudo folclore.

      • Não vê porque não quer. Não se tem feito outra coisa.

  1. Fernando Cardoso Virgílio Ferreira diz:

    Caro Luís, nem comento os comentários do Wa-Po e do WSJ que continuam a clamar pelo “Grande Compromisso” bipartidário; agora aproveito para lhe remeter, a título comparativo, uma fantástica página oficial do nosso (Des)Governo – suponho que por cortesia activa da Marta, aquela que nunca foi da OK Teleseguros, mas que refundou a informática governamental:
    http://www.portugal.gov.pt/pt/pagina-nao-encontrada.aspx

  2. caramelo diz:

    God Bless America! Tenho ouvido todos os dias de manhã a ejaculatória patriótica americana ali em baixo e mesmo não sendo americano sinto-me logo revigorado para começar o dia. Estou à espera que façam cá um fadinho, um vira, uma chula, assim do mesmo género… Se for bem alto, talvez…

  3. Miguel diz:

    a mim isto tudo está a deixar-me melancólico

    também há o Montand, mas para o meu filho guardo esta outra versão

  4. Não adianta, Luís. Independentemente da informação que apresentes, os tais helderzinhos, como lhes chamas (já agora, onde foste buscar tal designação?!), só vêem o que querem ver. São piores do que os burros com palas, porque esses, ao menos, não são responsáveis pelas palas que usam.

  5. Leitor diz:

    Mais um caso para provar a teoria Governo fora-da-lei ou, se quisermos ser simpáticos, pouco dado à cultura http://www.publico.pt/cultura/noticia/dgpc-pediu-integracao-da-coleccao-miro-num-museu-publico-portugues-1622208#/0

  6. António diz:

    A politica monetária fez dos ricos super ricos como vimos nas ultimas informaçoes e que tanta critica geraram nos blogues e nos jornais. E o ras tem razão quando diz que é disparatado discutir este tema num sistema como o Euro porque imprimir moeda nao tem o mesmo efeito para todos e sabemos historicamente que nem sempre funciona.
    E olhar para os emergentes que agora estão a rasca? Os mais pobres. Nao tem uma palavrinha para esses que agora sofrem com a fuga de capitais por causa desta politica monetaria?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: