Deve ser isto

O “amortecimento da vida política portuguesa” de que ainda agora na Quadratura falava JPP( que ainda nos informou que só nas últimas autárquicas é que se impuseram listas  da direcção aos militantes locais e isto sem se rir):

“Que um partido expulse de modo cego um seu fundador é situação que só tem paralelo nos anos 30 do século XX, nos comunistas europeus.”

Anos 30 do século XX? Bom. Admito falta de letras do autor. 1989. Era eu pequenino. O militante número 6 do PSD “que fundou o partido com Sá Carneiro” é expulso por causa de uma entrevista em que criticava um governo do PSD. Assim. Sem processos nem formalidades. Diz a wikipedia que Cavaco Silva era presidente do partido e António Capucho seu vice-presidente. Cavaco nunca foi jotinha. Capucho também não. Decorem o nome. Carlos Macedo. Uma entrevista. No caso de Capucho deu dezenas e mesmo assim foi preciso candidatar-se contra o próprio partido para lhe acontecer qualquer coisa.

Carlos Macedo. Fez muito bem o Moita de Deus em recordar, mas suspeito que serve de pouco. A tese já fez o seu caminho.

FNV

 

%d bloggers like this: