Rituais compulsivos

O fim da crise,  em

2012,

2013

 e 2014.

FNV

Anúncios

11 thoughts on “Rituais compulsivos

  1. henrique pereira dos santos diz:

    Tem razão no seu post. Mas atenção ao ritual compulsivo inverso: o de considerar que é sempre tudo a mesma coisa. A nós, que não queremos participar dos rituais, cabe-nos manter a mesma vigilância crítica em cada ano e questionar o fundamento das afirmações em cada ano, porque um dia isto vai ser verdade. Aparentemente, e sendo muito cedo (na verdade vamos ter crise para os próximos dez anos, ela vai é tendo faces diferentes), este ano as razões para admitir alterações das condições estão mais fortes. Mas é verdade que são insuficientes (e, já agora, as afirmações têm sido mais prudentes que nas falsas partidas anteriores).
    Mas no essencial, estamos de acordo: é incompreensível esta pulsão para este tipo de afirmações.
    henrique pereira dos santos

    • fnvv diz:

      Estou sempre a procurar bons e diferentes sinais, tanto assim que da última vez me irritei com a patrulha às canelas.

    • caramelo diz:

      O Henrique nunca se deixa abalar; faz vigilâncias criticas anuais, e isso ajuda. Começo a perceber. Eu estou num ritual compulsivo de achar que estamos pior, porque faço vigilâncias criticas diárias e isso aproxima-me demasiado do quotidiano mais sujo e infeccioso. Falta-me a big picture, um plano mais largo.. Relatório da minha patrulha para hoje: uma mulher sozinha vive com o seu filho adulto com doença mental a quem cortaram o RSI e diz, a chorar, que se estão a afundar. Se me diz que vamos ter crise para os próximos dez anos, nem quero pensar no que vai acontecer a essa mulher, ao seu filho e a tanta gente a quem estão a cortar e vão cortar apoios sociais. Tenho de me curar e dedicar rapidamente à macroeconomia, a pensar na refundação do estado e da sociedade, para me deixar de leviandades com a miséria.

      • fnvv diz:

        A patrulha não é apontar exemplos de desgraça, nunca disse isso. Não vale a pena tomar-me por mais parvo do que sou.

      • caramelo diz:

        Filipe, não era a ti que estava a responder; apenas utilizei o “patrulha”, porque achei o termo adequado para o que pretendia. Também esperava que já soubesses que não sou completamente parvo.

      • fnvv diz:

        acho bem, pá.

  2. henrique pereira dos santos diz:

    Já agora, a previsão, a três meses do fim do ano e não para um horizonte longínquo, de que a queda do PIB será este ano bastante menor que os 2,3% previstos é também a minha previsão. Que passos coelho a faça publicamente é um passo arriscado que penso que não seria dado sem dados relevantes deste terceiro trimestre. Veremos daqui a pouco tempo, quando aparecer a estimativa rápida do trimestre, o que vai acontecer.

  3. caramelo diz:

    Leste a revista do Público de hoje? Numa reportagem sobre a pobreza no Porto aparece um personagem extraordinário a quem chamam “chalana”. Um clarão de luz.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: